Sábado, 14 de Dezembro de 2019

BRASIL
Terça-feira, 25 de Junho de 2019, 17h:19

Desassoreamento

Após outro ‘secar’, começa trabalho de desassoreamento do lago maior do Parque das Nações

A remoção estimada é de 130 metros cúbicos de material

Kamila Alcântara

Começou a preparação do desassoreamento do lago maior, no Parque nas Nações Indígenas em Campo Grande, nesta terça-feira (25). São quase cinco hectares, onde a remoção estimada é de 130 mil metros cúbicos de areia, com operação de 90 dias.

Segundo divulgou a Prefeitura da Capital, foram retirados 18 mil metros cúbicos de material, 4 mil acima do previsto, do lago menor. Agora os esforços “sobem” para o lago maior, que será necessário a mobilização de oito retroescavadeiras, 30 caminhões e exigindo aproximadamente 13 mil viagens ao local de descarte.

Todas as entradas em torno do lago maior serão fechadas, sendo permitido acesso, apenas, pelas entradas Nhandeva – Museu das Culturas Dom Bosco, a Guarani – Fundação de Turismo, e Terena – da quadra de areia.

Essa interdição temporária é necessária para segurança, já que será grande o fluxo de máquinas no local. É importante que a população respeite as áreas interditadas, para que não haja fechamento do parque por completo

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370