Quarta-feira, 01 de Abril de 2020

BRASIL
Sexta-feira, 20 de Março de 2020, 15h:42

Calamidade Publica

Azambuja: medidas são para evitar situações de risco e proteger a população

Redação

            O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assegurou que todas as medidas que tomou, muitas como soluções drásticas, são recomendadas por autoridades e órgãos especializados cientificamente para evitar situações de risco e proteger a população contra o novo coronavírus. “O fundamental é não permitir que haja qualquer ambiente propício à disseminação do vírus, ao contágio. Não é só a aglomeração. Existem muitas outras situações favoráveis à contaminação que precisam ser evitadas, até para que sejam monitoradas adequadamente”, afirmou.

            Além de decretar calamidade publica estadual, mecanismo aprovado em regime de urgência pela Assembleia Legislativa, o governo distribuiu ações gerais e específicas com recomendações orientativas à população. Além da suspensão das aulas da Rede Estadual, ficaram proibidas as visitas aos presídios e às unidades educacionais de internação. Estão fechados os parques estaduais e centros esportivos, incluindo o Parque dos Poderes, para evitar a aglomeração de pessoas.

O governo autorizou o teletrabalho como alternativa para o servidor público trabalhar na própria casa.   Outra medida anunciada foi a antecipação do lançamento do aplicativo MS Digital, que reúne 80 serviços disponíveis para o os cidadãos e os servidores públicos. Segundo o secretário Eduardo Riedel, de Governo e Gestão Estratégica, o programa vai facilitar a vida do cidadão ao possibilitar acesso aos serviços não presenciais.

Diante da pandemia do novo coronavírus e da frequente necessidade de utilizar a informação como ferramenta de saúde, o Governo adotou o formato de entrevistas coletivas online transmitidas pelas redes sociais para manter jornalistas e população informados sobre a situação da doença no Estado, evitando assim a propagação de fake news. Até quinta-feira, 19, a Secretaria Estadual de Saúde tinha contabilizado nove casos de contágio em Mato Grosso do Sul e 39 monitorados.

Dos 39 casos suspeitos em investigação, 30 são em Campo Grande, um em Antônio João, dois em Dourados, um em Mundo Novo, dois em Paranaíba, um em Rio Brilhante, um em Ribas do Rio Pardo e um em Terenos. De 25 de janeiro a 19 deste mês, a SES registrou 171 notificações de casos suspeitos, sendo 123 desconsiderados para Covid-19. Destes, 11 foram excluídos por não se encaixarem nos critérios do Ministério da Saúde e 112 descartados após os exames darem negativo para Covid-19.

            MAIS INICIATIVAS - O Governo está ampliando também as vagas oferecidas no Processo Seletivo Simplificado para atuação no Hospital Regional, com a convocação de 34 candidatos para a contratação. A medida leva em consideração a situação de emergência causada pela pandemia mundial do coronavírus e as ações para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional no território sul-mato-grossense.

Com a publicação, o quantitativo oferecido no processo seletivo foi ampliado em mais 34 vagas, distribuídas da seguinte forma: 4 vagas para a função de fisioterapeuta intensivista e 30 vagas para a função de enfermeiro. As vagas especificadas serão providas por candidatos habilitados, obedecida a ordem de classificação. O período de contratação será de até um ano, podendo ser renovado ou rescindido a qualquer tempo.

            O Detran-MS suspende os atendimentos presenciais ao público na sede e em todas as agências de trânsito do Estado pelo prazo de 15 dias a partir desta segunda-feira (23). A medida tomada pelo Governo do Estado como forma de garantir as medidas de prevenção contra o contágio do coronavirus (Covid-19) foi publicada de maneira emergencial em Diário Oficial do Estado pela Portaria número 71.  Dessa forma, estão suspensos também os exames para processos de habilitação e vistorias de identificação veicular prestados pelo Detran-MS.

A portaria também suspende aulas teóricas e práticas para a formação de condutores, prestadas pelos CFC´s (Centro de Formação de Condutores). Dessa forma, o prazo para que o processo de habilitação do candidato permaneça ativo, fica ampliado para 18 meses, inclusive para processos administrativos em trâmite.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370