Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020

BRASIL
Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019, 07h:17

Governo do Estado

Governo investe mais de R$ 22 milhões na construção de mais 20 pontes de concreto

Luciana Brazil

A antiga ponte de madeira sobre o Rio Aquidabã foi levada pela chuva, e agora a Agesul construirá uma de concreto, dando mais segurança a quem transita por ali

O Governo do Estado, por meio da Agência de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul (Agesul), vai investir mais de R$ 22 milhões na construção de 20 pontes de concreto armado que serão erguidas em diversas regiões do Estado. Conforme o processo de licitação das obras, que já está em fase final, as pontes devem ser entregues entre abril e maio de 2020. Serão beneficiados os seguintes municípios:

  • Batayporã (ponte de concreto armado sobre o rio Samambaia);
  • Rio Negro (ponte de Concreto armado sobre o Rio Negro);
  • Coronel Sapucaia (ponte de concreto armado sobre o Rio Iguatemí);
  • Pedro Gomes (ponte de concreto armado sobre o Córrego Roncador);
  • Paraíso das Águas (ponte de concreto armado sobre o córrego Mimoso);
  • Porto Murtinho (ponte de concreto armado sobre a Vazante II do Rio Branco);
  • Água Clara (ponte de concreto armado sobre o Rio Ribeirão dos Bois);
  • Anastácio (ponte de concreto armado sobre o Rio Taquarucú);
  • Naviraí (duas pontes de concreto armado sobre o Córrego Cumandaí);
  • Rio Negro (ponte de concreto armado sobre o Rio Negrinho);
  • Bandeirantes/Corguinho (ponte de concreto armado sobre o Córrego Aquidauana);
  • Porto Murtinho (ponte de concreto armado sobre o Córrego Aquidabã);
  • Corumbá (três pontes de concreto armado e 5 galerias na MS-243, trecho do entroncamento BR-262)
  • Costa Rica (ponte de concreto armado sobre o córrego Cascavel);
  • Coxim (ponte sobre o Córrego Figueira);

Algumas pontes de concreto irão substituir pontes em condições precárias de uso ou que até já desabaram. Foi o que aconteceu com a ponte sobre o Rio Aquidabã, em Porto Murtinho. Depois de uma enchente, em fevereiro de 2017, a estrutura de madeira veio abaixo. Foi preciso improvisar uma passagem pela água, encascalhando a parte mais rasa do rio para dar passagem aos veículos. A região possui muitos produtores da pecuária e a nova ponte de concreto vai mudar a vida de quem precisa passar pelo local. Para construir a ponte de concreto, que terá 40 metros de extensão, serão investidos R$ 1.655.157,24. A previsão de entrega é maio de 2020.

Em Naviraí, duas pontes de concreto serão erguidas sobre o Córrego Cumandaí.

No anel viário, onde existia uma ponte de madeira que foi carregada pela chuva há alguns anos, o trânsito foi interditado e desde então nenhum veículo passa pelo local.

A via era utilizada por caminhões de cana-de-açúcar que precisaram desviar o caminho por dentro da cidade. Com a construção da ponte de concreto, os produtores terão mais facilidade para escoar a produção e os moradores não precisarão enfrentar o transito pesado de caminhões.

A segunda ponte que será construída sobre o Córrego Cumandaí fica dentro do município.  Tempos atrás, a ponte de madeira que existia no local também foi levada com a força da água. Uma galeria, aterrada, foi a solução para os motoristas. No entanto, a força das chuvas já carregou o pesado concreto da galeria por diversas vezes.

Com a nova ponte de concreto, de cerca de 40 metros, os motoristas terão segurança e tranquilidade para trafegar na região.

Entregas

De janeiro a junho deste ano, foram entregues quatro novas pontes de concreto, nos municípios de Cassilândia, Jardim, Eldorado e Ponta Porã, e feita a recuperação de uma importante ponte no município de Jardim, totalizando mais de R$ 4,9 milhões em investimentos.

1.png

 

Jardim– sobre o Rio dos Velhos, a ponte antiga cedeu por problemas estruturais e parte da estrutura precisou ser recuperada. Com o novo projeto, a ponte do Rio dos Velhos foi ampliada de 48 metros para 60 metros, com três vãos, sendo o central de 24 metros. Também no município foi construída a ponte de concreto sob o córrego Guardinha. Para ambas as obras foram investidos mais de R$ 1,5 milhão.

Eldorado – a Agesul concluiu a ponte de concreto armada sobre o córrego Cerrito, na rodovia vicinal, na aldeia de Cerrito.

Ponta Porã – foi construída a ponte sobre o Rio Dourados, no trecho que compreende o assentamento Nova Era- Itamaraty.

Cassilândia – a construção foi erguida sobre o córrego Cedro, na divisa do setor central e do bairro Jardim Duarte.

ponte-corrego-guardinha-jardim2_saul-schramm-1024x602.jpg

Ponte sobre o Córrego Guardinha em Jardim (Foto: Saul Schramm)

Outras pontes já estão em fase de finalização e algumas serão entregues nesse fim de ano:

  •  Rio Salobra (Bodoquena) – 100% concluída;
  • Rio Pirajuí (Glória de Dourados) – Equipe está terminando muro de arrimo para contenção do aterro;
  • Córrego Cervo (Bandeirantes) – Concluída – 100%;
  • Córrego das Antas (Aquidauana) –  95% da obra já foi feita;
  • Rio Barreiro (Paranaíba) – Em finalização. Falta apenas o enleivamento (plantio de mudas) para fazer a medição final – 98% concluída.

Já a ponte sobre o córrego Vacadiga, em Bela Vista, desabou durante a passagem de uma carreta. A ponte de madeira não suportou o peso do veículo. O Governo do Estado deu início as obras em setembro deste ano e 70% da construção já foi concluída.A previsão de entrega das obras é meados de fevereiro.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370