Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019

BRASIL
Sábado, 23 de Novembro de 2019, 07h:54

Sem Remendos

Marquinhos multiplica obras de infraestrutura na capital

Em três anos, frentes de serviço cobrem toda a cidade com asfalto e recapeamento, dispensando o tapa-buracos

Redação

Com a liberação de R$ 21,5 milhões do MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional) e a certeza de que assim vai reforçar sua planilha, o prefeito marquinhos Trad (PSD) confirmou mais uma frente de pavimentação, a que vai executar 35 quilômetros de recapeamento de 33 ruas em cinco regiões urbanas de Campo Grande. Para ele, este é mais um resultado da frutífera parceria que a gestão vem construindo com os canais estaduais e federais, principalmente porque os recursos municipais não suportam arcar com o custo de investimentos dessa monta.

Marquinhos refere-se ao trabalho de ampliação, recuperação e modernização da malha viária que vem sendo realizado desde o primeiro ano de gestão, em 2017, mas que ganhou um volume maior e mais intenso no atual exercício. As parcerias tem sido fundamentais. Para esta nova frente, o recurso vem graças a uma emenda parlamentar impositiva carimbada pelos congressistas sulmatogrossenses.

hNakeRQA.jpeg

 

            O prefeito disse que ainda está em busca de novos aportes para investir em obras de infraestrutura. “Queremos agradecer ao empenho da bancada sul-mato-grossense em ajudar a Prefeitura a assegurar o recurso e trazer cada vez mais melhorias. Sozinhos não chegamos a lugar nenhum, mas juntos estamos fazendo da nossa capital cada vez mais um lugar melhor para se viver”, destacou.

            Com esse recurso, será beneficiada a população do Aero Rancho, o bairro mais populoso da cidade, e adjacências. Estão programados  5,5 km de recapeamento para melhorar as vias de acesso e as que concentram a maior parte dom comércio dos serviços públicos na região. No Imbirussu, serão 8,7 quilômetros de recapeamento, beneficiando os bairros Santo Antonio, Santo Amaro e  Silvio Regina. Na região do Prosa, o recapeamento cobrirá 10,6 quilômetros de vias, incluindo trechos de 10 ruas, entre elas, a  Jeribá; Olimpio Klafke; Autonomista; Paulo Machado;Vitório Zeolla.

            SEM REMENDOS – Marquinhos Trad assegurou que está fazendo de tudo par evitar obras de pouca durabilidade. Dispensa paliativos e avisa que vai fazer mais de 200km de reconstrução de ruas, em vez de recorrer ao tapa-buracos. “Nada de tapa-buraco. Desde drenagem até a pavimentação de primeira qualidade. Estamos preocupados com o futuro e não apenas tapando os buracos das ruas”,  salientou.

thumbnail_IMG_9386 (Copy).jpg

 

            A Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) iniciou levantamento com a situação do asfalto de 60 km de ruas, que serão recapeados nos próximos anos em Campo Grande. O objetivo é descrever as ‘patologias’ e fazer um levantamento fotográfico com toda a extensão das vidas onde o asfalto deve ser refeito. Até 2020/21 devem ser investidos cerca de R$ 130 milhões para fazer 200 quilômetros de recapeamento nas sete regiões urbanas.

Os investimentos, segundo o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, serão custeados com recursos já contratados do PAC Pavimentação, Mobilidade Urbana,  FINISA, do BID  dentro do Reviva Campo Grande e do Orçamento da União, viabilizado por emenda impositiva da bancada federal no valor de R$ 21,2 milhões. A Águas Guariroba vai custear a execução de 60 quilômetros de recapeamento, abrangendo ruas onde substituirá a rede de água com cimento amianto, por tubulação de PVC.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370