Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019

BRASIL
Segunda-feira, 24 de Junho de 2019, 15h:44

Distúrbio emocional

Programa prevê tratamento a professores com distúrbio emocional

Profissionais terão acompanhamento de equipe multidisciplinar, para ajudar no tratamento da doença

Leonardo Rocha

Projeto de lei quer a criação de um programa para tratamento de professores que estejam com distúrbio emocional, por serem portadores da “Síndrome de Burnout”. Esta doença leva a pessoa a exaustão física e mental, de “extremo esgotamento”, devido a situações estressantes no trabalho.

“Esta síndrome tem se tornado muito frequente em professores e educadores. Entre os motivos está o esgotamento emocional do profissional, devido ao vandalismo, ataques e violência entre alunos”, disse o autor do projeto, o deputado Márcio Fernandes (MDB). 

A intenção do programa é oferecer assistência médica e psicológica aos professores que forem portadores desta síndrome, por meio de medidas específicas para prevenção, diagnóstico e tratamento da enfermidade.

Este profissional será acompanhado por equipe multidisciplinar, tendo a sua disposição médicos psiquiatras, psicólogos e assistentes sociais. O projeto ainda prevê uma campanha para divulgar os sintomas e prevenção, assim como a realização de pesquisas sobre a síndrome. 

Parcerias - O poder executivo poderá fazer parcerias e convênios com a sociedade civil organizada. Caso seja aprovada e se torne lei estadual, a proposta deve ser regulamentada em até 60 dias, para definir o prazo do início do programa.

A principal causa desta doença é o chamado “esgotamento profissional”, em função do excesso do trabalho. Ela é comum em profissionais que lidam diariamente “sob pressão”. Entre os sintomas está o nervosismo, dor de barriga, cansaço excessivo e tonturas, além de falta de vontade de sair da cama.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370