Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

BRASIL
Sábado, 25 de Maio de 2019, 07h:08

Parque das Nações Indígenas

Segurança do Parque das Nações Indígenas ganha reforço no videomonitoramento e viaturas elétricas

João Herminio Prestes Viana

 A segurança dos usuários do Parque das Nações Indígenas está contemplada no conjunto de ações anunciadas na tarde da última quinta-feira (23), na Governadoria, pelo governador Reinaldo Azambuja e o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). O Parque vai ganhar novas câmeras de alta resolução que transmitirão imagens de toda a área interna e ainda dos estacionamentos para uma central de videomonitoramento, e a patrulha dentro do parque será feita em viaturas movidas a eletricidades.

“Hoje, temos a informação que 2 mil pessoas frequentam o parque todos os dias, durante a semana, e de 5 a 6 mil nos fins de semana. Portanto esse reforço na segurança é fundamental para que os frequentadores do parque se sintam à vontade. Vale destacar que o Parque das Nações Indígenas não é da Prefeitura, não é do governo, é da população, e vai continuar sendo uma referência de nossa cidade”, disse o secretário.

O ato na Governadoria para anúncio de assinatura de seis termos de cooperação que resultarão em diversas intervenções dentro e no entorno do Parque das Nações Indígenas contou com as presenças do governador Reinaldo Azambuja, do presidente da Assembleia Legislativa Paulo Corrêa, prefeito de Campo Grande Marcos Trad, entre outras autoridades.

Jaime Verruck frisou que as medidas anunciadas para melhorias no Parque das Nações Indígenas giram em torno de quatro eixos: sustentabilidade, qualidade de vida, segurança e uso múltiplo.

Com relação à segurança, foi firmado termo de cooperação mútua entre a Semagro, o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) e a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) dispondo sobre a realização do serviço de segurança preventiva e ostensiva e acompanhamento por videomonitoramento em tempo real. Esse serviço será prestado pelos policiais do 9º Batalhão de Polícia Militar, que em contrapartida terão a disponibilização de um Núcleo de Apoio Básico para suas operações, totalmente reformado, obra que totalizou R$ 397.840,00.

O videomonitoramento é feito com imagens de alta resolução captadas por 14 câmeras espalhadas em pontos estratégicos do Parque das Nações Indígenas, e outras três que serão instaladas nos estacionamentos da área externa (Cidade do Natal e Aquário do Pantanal, na Avenida Afonso Pena, e Restaurante Yotedi, na rua Antônio Maria Coelho). A Central de Monitoramento está instalada dentro do Núcleo de Apoio Básico em que funciona o 9º Batalhão da PM. Ante qualquer suspeita, os policiais vão até o local fazer a segurança.

Além dessa vigilância 24 horas por dia, os policiais vão circular pelo Parque das Nações Indígenas em viaturas elétricas adquiridas pelo Imasul, ao custo de R$ 57.780,00 cada. As viaturas são silenciosas, aspecto importante para não incomodar os animais que vivem no parque, e também não são poluentes, outro ponto positivo por se tratar de uma área de proteção ambiental.

Outro termo de cooperação foi firmado entre o Imasul e a Prefeitura de Campo Grande, representada pela Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social, em que o órgão ambiental do Estado se compromete a compartilhar com o município as imagens captadas pelas câmeras de videomonitoramento dispostas nos estacionamentos do parque. As imagens vão integrar o Programa de Videomonitoramento da cidade.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370