Segunda-feira, 20 de Maio de 2019

COLUNISTAS
Segunda-feira, 06 de Maio de 2019, 07h:48

Bosco Martins

Blog do Bosco

Prática, concisa é a resenha diária de Bosco Martins. Em poucos minutos você já sai de casa sabendo o que há de importante.

06 Mai 2019

Santos Cruz vira alvo de Bolsonaro

Uma entrevista concedida há um mês fez com que o ministro Santos Cruz, da Secretaria de Governo, virasse ele próprio alvo de Jair Bolsonaro neste fim de semana. Tradicional tema dos tweets de Olavo de Carvalho e seus discípulos, o general disse à Jovem Pan ser a favor do uso “disciplinado” das redes sociais (ouça aqui). A fala foi pinçada por olavistas e replicada nas redes sociais com a tag #ForaSantosCruz, culminando com um tweet de Bolsonaro recomendado, sem citar nominalmente o ministro, que quem defendesse o controle das redes devia fazer “um estágio na Coreia do Norte ou Cuba”.

Santos Cruz conversou com Bolsonaro, admitiu que errou, mas se disse alvo de um ataque coordenado que incluiu os filhos do presidente e o chefe da Secretaria de Comunicação, Fábio Wajngarten. Embora o tom da conversa tenha sido duro, ele segue no cargo. (Globo)

O ensino superior público federal no Brasil pode parar já no segundo semestre deste ano, caso seja mantido o corte de verbas anunciado na semana passada pelo MEC, segundo reitores das principais universidades federais. Só a UFRJ teve contingenciamento de 41% de seu orçamento. Na federal de São Paulo (Unifesp), o aperto pode atingir o Programa Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes), que apoia a permanência de estudantes de baixa renda na universidade. Segundo Sandra Regina Goulart Almeida, reitora da UFMG, não há eficiência administrativa que supere um corte de tamanho monte. Ao contrário do ministro da Educação, Abraham Weintraub, que abraçou os cortes e deu-lhes um viés ideológico, seu colega da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, reclamou e conseguiu recuperar R$ 300 milhões contingenciados pela área econômica.

Entidades das áreas de ciência e educação começam hoje a se mobilizar no Congresso para reverter os cortes nas instituições de ensino e pesquisa. Por conta desse contingenciamento, a Capes vai congelar bolsas e suspender o programa Idioma Sem Fronteiras. A princípio, serão preservadas as bolsas para formação de professores da educação básica. (Estadão)

Em tempo, levantamento do G1 indica que, considerando os gastos globais de União, estados e municípios em educação, as universidades ficam com a menor parte da verba.

Desde que foi flagrado em gravação pedindo propina ao empresário Joesley Batista, Aécio Neves (PSDB-MG) estava na muda. Desistiu de se reeleger senador, preferindo sair candidato à Câmara, e pouco apareceu desde que tomou posse como deputado em janeiro. Essa fase parece ter passado. No sábado, Aécio foi recebido com aplausos na convenção do PSDB mineiro e aproveitou a acolhida para criticar o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o governador mineiro Romeu Zema (Novo), a quem chamou de “principiantes” na política. Tal desenvoltura provocou incômodo no estado vizinho. Ontem, na convenção do PSDB paulista, o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Cauê Macris (PSDB), defendeu abertamente a expulsão do mineiro. Já o governador João Dória, tido como principal cacique do partido, preferiu não se comprometer. Disse que só vai falar sobre o assunto após a convenção nacional ainda este mês, na qual seu aliado Bruno Araújo (PE) deve assumir a presidência da legenda. (Folha)

Josias de Souza: “Doria prega a renovação do partido. Mas demora a fazer por necessidade o que fazia por marketing: vestir o uniforme de gari. Não será levado a sério enquanto não der um destino para o lixo que se acumulou nos salões do tucanato.”

O fechamento de mais 43 mil vagas de empregos formais e a estagnação da produção industrial em março mostram que a economia brasileira está ainda longe de se recuperar da recessão, mas não revelam os dramas de quem sofre esses efeitos. Famílias como as de Wagner e Priscilla Carlos vendem seus objetos pessoais para comprar comida. Já na casa de Ednaldo Moraes, quatro dos cinco adultos estão desempregados, e, com pouco dinheiro para as passagens de ônibus, somente um deles pode sair por dia atrás de trabalho. Para agravar a situação, o endividamento das famílias voltou ao nível de 2016, pior ano da crise, comprometendo 43,19% dos orçamentos familiares. Como resultado, cerca de um milhão de pessoas devem ser empurradas para as classes D e E, base da pirâmide econômica, este ano. (Globo)

Mesmo quem ainda tem renda vê os hábitos mudarem com a crise. Uma pesquisa junto ao BC indica que 85% dos entrevistados conversam sobre finanças com a família e que o planejamento financeiro vem ganhando cada vez mais espaço. (Folha)

Jair Bolsonaro confirmou que assinará esta semana decreto permitindo que colecionadores de armas, atiradores e caçadores, os chamados CACs, levem armas carregadas do local de armazenamento até o local de treino e competição. (Globo)

A decisão de Trump de sobretaxar em 25% produtos chineses derrubou as bolsas na Ásia e na Europa.

COTIDIANO DIGITAL

Sabe o Tumblr, a plataforma de microblogs que a Verizon comprou em 2017 dentro do pacote Yahoo? Pois é, ele corre o risco de ficar bem mais divertido, embora menos familiar. O Pornhub, uma espécie de Youtube da sem-vergonhice, manifestou interesse em comprar a plataforma e, segundo seu vice-presidente Corey Price, “devolvê-la a seus dias de glória por meio de conteúdo ‘não seguro para ambiente de trabalho’”. Seria uma guinada de 180 graus, já que o Tumblr baniu no ano passado todos os seus blogs com material pornográfico.

Há dez anos, um grupo decidiu assassinar um desafeto. A vítima, porém, não era uma pessoa, mas um browser, o velho Internet Explorer 6. Seus executores, engenheiros do YouTube, então recém-comprado pelo Google. O motivo, estavam cansados de dar suporte a um programa obsoleto mas ainda amplamente usado. Os detalhes da trama foram revelados por Chris Zacharias, engenheiro do YouTube. Segundo ele, burlando os próprios sistemas do Google, os profissionais incluíram na tela do site de vídeos um banner que só era visto por usuários do IE6 dizendo que o suporte ao browser seria interrompido e recomendando a adoção de navegadores mais recentes. Em um mês o número de acessos pelo IE6 caiu pela metade, e o aviso acabou adotado pelas equipes de outros programas do Google.

VIVER

Os casais asiáticos têm a reputação de transformar seus casamentos em uma celebração sem igual. Desde desembolsar milhões com viagens e presentes para os convidados, a investir em alta costura, é assim que os recém-casados (nem todos) iniciam um novo capítulo na vida. Uma galeria mostra os doze casamentos mais memoráveis da Ásia.

Dois milhões de pessoas em todos o país já estão sendo afetadas pela falta de medicamentos no sistema público de saúde, segundo ofício do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) ao ministro Luiz Henrique Mandetta. Dos 134 remédios que são distribuídos obrigatoriamente pelo Ministério da Saúde, 25 estão com estoques zerados em todos os estados do país e outros 18 devem se esgotar nos próximos 30 dias. Entre as doenças tratadas com esses medicamentos estão câncer de mama e leucemia em crianças. O Ministério da Saúde disse que está tentando regularizar o fornecimento.  (Globo)

Sheila Heti, escritora canadense e autora de Maternidade, afirma que “ainda é uma opção muito corajosa decidir não ser mãe”. Em entrevista ao El País, a escritora fala sobre introspecção e sobre as motivações por trás da sua obra. “Considerei que havia muito a escrever sobre esse assunto, muitos pensamentos que eu não tinha visto escritos sobre esse momento em que a mente questiona a ideia de ser mãe. Eu não tinha visto esse dilema emocional escrito. Acredito que todos os livros sobre a maternidade começam quando o bebê já foi concebido ou depois de ter nascido, então vi que havia um grande espaço nunca abordado, antes que nascesse o bebê, um período da vida que eu mesma estava atravessando. Quando comecei a pensar nesse livro, estava em um período de questionamento”.

Começa hoje o prazo para as inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019. O cadastro deve ser feito pelo site oficial da prova e vai até 17 de maio.

Galeria: Ramadan, Star Wars, um ciclone na Índia. As melhores fotos de fim de semana segundo os editores do Guardian.

Vídeo: O caçador que virou protetor de animais após ver pássaro raro ‘chorar’. Hoje, ele é guarda-parques em Leuser e ajuda a desmontar armadilhas para capturar calaus, pássaros cobiçados no mercado negro chinês por seu bico colorido. (BBC)

CULTURA

Um super-herói gay pode ser o próximo passo da Marvel.”É um momento perfeito, porque uma das coisas que são mais atrativas para o universo Marvel é seu foco na diversidade”, disse Joe Russo, diretor de Vingadores Ultimato, em entrevista à revista Deadline.

Somente em 2018 a Marvel levou às telas um longa protagonizado por um personagem negro, “Pantera Negra”, e, em 2019, uma produção encabeçada por uma mulher, “Capitã Marvel”. E nenhum dos 22 filmes da franquia Vingadores, em 11 anos, incluiu um personagem principal que é LGBTQ.

O Diário Oficial desta sexta-feira trouxe, na maioria das decisões da Secretaria Especial de Cultura, reduções de valores de projetos já aprovados para captar pela Lei Rouanet: 27 sofreram cortes de verba. “Entre os que tiveram redução, encontramos Donna Summer Musical, com corte de três milhões, e o Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, que terá orçamento de R$ 984.280,00 após ter sofrido reajuste de R$ 374.962,50”, apontou a coluna de Guilherme Amado.

Uma pintura assinada por Nelson Mandela foi leiloada por mais de 100 mil euros em Nova York. Esta foi a primeira vez que um trabalho do ex-presidente sul-africano, que já pintou cerca de vinte quadros, é vendido no mercado.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370