Domingo, 26 de Maio de 2019

COLUNISTAS
Sexta-feira, 08 de Março de 2019, 08h:09

Crônica do Samá

Lincoln Samá

O Peixe é o Eu Outro

Recebi esse video onde um cego acidentalmente derruba um pequeno aquário, que dentro estava um pequeno peixe, e ele começa a procurar com cuidado para tentar lhe salvar a vida; nessa procura ele encontra o ralo da casa , que logo procura fecha-lo e tem a ideia de jogar agua, dando sobrevida ao peixe, uma maneira de facilitar sua busca. Um video extremamente inspirativo, bonito, emocionante. Pedi pra quem me enviou me explicar o significado, ao qual me disse: “Bota pra funcinar o seu raciocinio”. É minha crônica. Recebi esse video onde um cego acidentalmente derruba um pequeno aquário, que dentro estava um pequeno peixe, e ele começa a procurar com cuidado para tentar lhe salvar a vida; nessa procura ele encontra o ralo da casa , que logo procura fecha-lo e tem a ideia de jogar agua, dando sobrevida ao peixe, uma maneira de facilitar sua busca. Um video extremamente inspirativo, bonito, emocionante. Pedi pra quem me enviou me explicar o significado, ao qual me disse: “Bota pra funcinar o seu raciocinio”. É minha crônica.

De pronto veio varios pensamentos, e todos passavam pelo Amor a vida, a Amizade, o Companheirismo, a Cegueira humana, o Despreendimento. São tantos aspectos a avaliar a cerca deste ato, sentimentos, emoções, reações, diante deste quadro. Parece banal, sem profundidade, sem valor moral e etico, mas esta história vem carregada de significancia; se fosse uma pessoa normal, certamente ela não teria dificuldades em providenciar a “salvação” daquele peixinho, afinal se ele o tem em casa é porque tem algum tipo de sentimento. Mas o cara é cego, e deste ponto passo a imaginar o que o autor desta história quiz nos mostrar, a relevancia da vida. De pronto veio varios pensamentos, e todos passavam pelo Amor a vida, a Amizade, o Companheirismo, a Cegueira humana, o Despreendimento. São tantos aspectos a avaliar a cerca deste ato, sentimentos, emoções, reações, diante deste quadro. Parece banal, sem profundidade, sem valor moral e etico, mas esta história vem carregada de significancia; se fosse uma pessoa normal, certamente ela não teria dificuldades em providenciar a “salvação” daquele peixinho, afinal se ele o tem em casa é porque tem algum tipo de sentimento. Mas o cara é cego, e deste ponto passo a imaginar o que o autor desta história quiz nos mostrar, a relevancia da vida.

O que é a vida sem os pequenos detalhes? O que é a vida sem o Eu outro que são os outros? O peixinho é o Eu outro humano. O peixe tem um significado enorme neste mundo, não por outro motivo Jesus quando vem a este mundo trazer a nova do evangelho, a sua Boa Noticia de Salvação, ele começa andar pelas areias da praia e pos-se a  chamar homens rudes, da lida do mar, pescadores, que Ele faz um convite: “Venham após mim, que vos farei pescadores de homens”! Ele nesta primeira aparição leva os seus futuros discipulos e a nós, entendermos que as pessoas são como peixes a serem salvas, e este novo caminho precisa de homens que saibam pescar. Que comparação brilhante de Jesus. Podia ter chamado magistrados, mas o exemplo que temos deles(veja o judiciario) é de Soberba, Impáfia e amor a coisas). Precisa de Gente, Jesus. O que é a vida sem os pequenos detalhes? O que é a vida sem o Eu outro que são os outros? O peixinho é o Eu outro humano. O peixe tem um significado enorme neste mundo, não por outro motivo Jesus quando vem a este mundo trazer a nova do evangelho, a sua Boa Noticia de Salvação, ele começa andar pelas areias da praia e pos-se a  chamar homens rudes, da lida do mar, pescadores, que Ele faz um convite: “Venham após mim, que vos farei pescadores de homens”! Ele nesta primeira aparição leva os seus futuros discipulos e a nós, entendermos que as pessoas são como peixes a serem salvas, e este novo caminho precisa de homens que saibam pescar. Que comparação brilhante de Jesus. Podia ter chamado magistrados, mas o exemplo que temos deles(veja o judiciario) é de Soberba, Impáfia e amor a coisas). Precisa de Gente, Jesus.

Agora temos um homem cego tentando salvar um peixe, com certeza era seu amigo. Tem gente que tem arvores,tartaruga, flores como amigos, e estes respondem a dedicação, amparando e consolando no silêncio das reflexões. Ele fecha o esgoto, ele não quer perder seu amigo. Ele busca desesperado e por fim consegue te-lo em suas mãos. Fazendo um paralelo entre nós, Babak Abibifar é o escritor iraniano desta peça, talvez quiz mostrar o mundo e em particular o mundo que ele vive, a antiga Persia, que é um país que não se valoriza a vida, tudo lá tem que ser fechado como num aquário e a para se ter um tanto de liberdade, precisa ele e eles quebrarem os aquarios que os Aiatolas os confinaram. Precisam parecer que morrem pra dar importancia da vida. Agora temos um homem cego tentando salvar um peixe, com certeza era seu amigo. Tem gente que tem arvores,tartaruga, flores como amigos, e estes respondem a dedicação, amparando e consolando no silêncio das reflexões. Ele fecha o esgoto, ele não quer perder seu amigo. Ele busca desesperado e por fim consegue te-lo em suas mãos. Fazendo um paralelo entre nós, Babak Abibifar é o escritor iraniano desta peça, talvez quiz mostrar o mundo e em particular o mundo que ele vive, a antiga Persia, que é um país que não se valoriza a vida, tudo lá tem que ser fechado como num aquário e a para se ter um tanto de liberdade, precisa ele e eles quebrarem os aquarios que os Aiatolas os confinaram. Precisam parecer que morrem pra dar importancia da vida.

No mundo mais ocidental, o significado tem outro viés, mostrar a dedicação, a amizade o amor ja citados, quando nos importamos com o Eu outro, não importa a qual reino pertença, a vida tem que ser cuidada, preservada, ainda que parecemos cegos a Ela. Esta peça é um Start as nossas consciências e reflexões para colocarmos o nosso melhor a fim de cuidar das pessoas e das coisas que temos, pois um pequeno descuido, uma pequena palavra mal colocada pode quebrar o aquario dos relacionamentos e por isso é sempre divino por empenho em salvar as relações e a vida. Já disse e reafirmo, o Eu outro é o peixe pra ele, pra nós é o próximo, sou eu e voce, voce e eu, que devemos cuidar, amar...

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370