Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019

COLUNISTAS
Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019, 10h:11

Bosco Martins

Medo de protestos faz governo recuar em reformas liberais

Prática, concisa é a resenha diária de Bosco Martins. Em poucos minutos você já sai de casa sabendo o que há de importante.

O ministro da Economia Paulo Guedes voltou atrás. Após ouvir críticas de toda parte, incluindo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e do presidente do Supremo, Dias Toffoli, ele tentou se recompor a respeito da sugestão de que, perante manifestações de uma esquerda radicalizada, um novo AI-5 não deveria surpreender. “Acho que devemos praticar uma democracia responsável”, afirmou. “Daqui a três anos você volta e muda. Espere a próxima eleição, não precisa quebrar a cidade. Isso assusta os investidores, acho que não ajuda nem a oposição, é estúpido.” Não há qualquer manifestação na rua, pacífica ou violenta. Mas o receio formado dentro do governo já está segurando as reformas. “É verdade que desacelerou”, admitiu Guedes. “Quando começa todo mundo a ir para a rua por nenhum motivo aparente, você não sabe qual é a razão e fala: ‘não, para tudo pra gente não dar nenhum pretexto, vamos ver o que está acontecendo primeiro.’” (Estadão)

Maia foi duro na reação. “Por que alguém vai propor AI-5 caso o ex-presidente Lula, que eu acho que está errado porque está muito radical, estimule manifestação de rua? O que uma coisa tem a ver com a outra? Então se tiver manifestações de rua a gente fecha as instituições democráticas?” Toffoli seguiu. “O AI-5 é incompatível com a democracia. Não se constrói o futuro com experiências fracassadas do passado.” (Poder 360)

Entre investidores, de acordo com o Painel, a impressão é outra. De acordo com sua percepção, o governo não tem força para aprovar seu programa no Congresso e tenta criar uma crise para ampliar os poderes para além dos limites constitucionais. E a reação de Dias Toffoli estaria nessa linha. A de impor um limite. (Folha)

O editorial da Folha sugere outra tese. “Um círculo de assessores próximos ao presidente difunde a ideia de que o Brasil estaria ameaçado por uma convulsão social incitada por adversários do governo, que chegaria aqui por algum contágio em relação ao que ocorre no Chile. A hipótese — sem respaldo neste contexto em que trabalhadores acabam de perder R$ 800 bilhões na Previdência sem alarido — alimenta outro devaneio bolsonarista, de que seria necessário e possível ativar mecanismos cesaristas de defesa contra o perigo imaginário.” (Folha)

Fernando Henrique Cardoso: “O Chile é diferente do Brasil. Nós somos portugueses e eles são espanhóis. Eles são muito mais agressivos, sempre houve mais dureza na vida política chilena. Não sei se é comparável, mas na situação do mundo um fio desencapado pode levar a um curto-circuito. Eu quero isso? Não, mas pode acontecer. Eu acho que essa política ultraliberal dificilmente se implanta na sociedade brasileira. O próprio presidente Bolsonaro não é isso. Ele é um oficial de baixa patente e ele reage contra e estoura à moda tradicional, mais estatizante do que liberal. Eu acho que ele tem impulso mais estatizante que liberal. Eu sou mais liberal que estatizante. Não sou ultraliberal, acho que tem que ter equilíbrio e noção das necessidades concretas das populações. Não adianta ter uma fórmula bem-feita, porque ela não se aplica a todas as sociedades. Taxar seguro-desemprego chega a ser quase ridículo.” (BBC News)

O dólar comercial chegou às alturas, sendo negociado acima de R$ 4,27 na manhã de ontem. O índice é o maior valor nominal desde o Plano Real, sem considerar a inflação da moeda brasileira e americana. A alta aconteceu depois de o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmar que “é bom se acostumar com o câmbio mais alto e juro mais baixo por um bom tempo”. Com a venda extraordinária de dólar pelo Banco Central para tentar conter a alta da moeda, seu valor fechou em R$ 4,24. Bolsonaro reagiu. “Se ele falou, está falado”, disse sobre o comentário de Guedes. “Eu espero que caia, torço, assim como torço que caia a taxa Selic, torço que aumente nossa credibilidade junto ao mundo. Agora, como eu disse, eu sou técnico de time de futebol, quem entra em campo são os 22 ministros. Paulo Guedes está jogando na Economia. Se você for analisar, na ponta da linha tem vantagens, prós e contras no dólar a 4,21 como está agora.”

Mas… Levando em conta a inflação nos EUA e no Brasil, o pico do dólar pós Plano Real ocorreu no fim do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em 22 de outubro de 2002, no momento em que havia incerteza sobre como o futuro governo Lula lidaria com a economia. O valor atualizado bateu no equivalente a R$ 7,577. O valor nominal na época foi de R$ 3,9522. (UOL)

Para analistas, a alta mostra que chegou ao fim do período de abundância de fluxo cambial e começa a colocar em dúvida a percepção de que o real se valorizará com a retomada da economia. (Valor)

Um comentário contra o STF feito pelo procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, teve consequências. O Conselho Nacional do Ministério Público decidiu lhe aplicar uma advertência. Numa entrevista, em 2018, ele afirmou que os ministros do Supremo agiam como uma “panelinha” e mandavam uma mensagem “muito forte de leniência a favor da corrupção”. A crítica foi devido à decisão, na época, dos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Lewandowski de tirar da Justiça Federal de Curitiba e levar para a de Brasília a delação premiada da Odebrecht. (Congresso em Foco)

Então… O relator do caso disse que o procurador atacou a honra dos ministros e teve falta de decoro. Entre as punições que Dallagnol poderia receber estavam advertência, censura, suspensão e demissão. Há dois outros processos contra ele no Conselho, que agora podem terminar em penas maiores. Em resposta à decisão, o procurador comentou que a advertência não reflete seu apreço pelas instituições. (G1)

O TRF-4 julga, hoje, recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Lula que pede a anulação da sentença e de todo o processo do caso do sítio de Atibaia, já julgado em primeira instância. O principal argumento é a decisão, pelo STF, de que nas declarações finais os réus delatores deveriam apresentar suas posições antes dos outros réus. Isto poderia levar o processo de volta ao tribunal em Curitiba, mas apenas para a fase final, de sentença. Os advogados do petista, porém, também tentam a anulação completa do processo. (G1)

CULTURA

A escolha de Elizabeth Bishop como autora homenageada da 18.ª Festa Literária Internacional de Paraty gerou revolta nas redes sociais, com escritores e leitores definindo a decisão como ‘insultuosa’,  e ‘lamentável’. Também surgiram vozes dissonantes. A escritora americana manifestou apoio ao golpe militar de 1964 enquanto morava no Brasil.

Para curtir com calma… A obsessão de David Bowie (1948-2016) pelos livros é algo que todo fã já ouviu falar, mas as histórias por trás do “vício” em literatura nem sempre foram expostas. Uma delas aconteceu nos anos setenta. Quando evitava os aviões, Bowie costumava viajar com uma verdadeira livraria: alguns baús, algo muito suspeito para os guardas de fronteira soviéticos, encarregados de inspecionar o expresso que ia de Varsóvia a Moscou. Quando descobriram volumes dedicados a Albert Speer e Joseph Goebbels, pensaram ter detectado algum tipo de espião ou agitador. David se apressou em explicar que estava se documentando para um possível filme. Antinazista, é claro.

Martin Scorsese continua surpreendendo, dessa vez no quesito rejuvenescimentoO Irlandês abrange quatro décadas na vida de seus personagens e o faz com uma técnica conhecida como de-aging. O diretor utiliza atores septuagenários – De Niro, Pacino e Pesci – dos quais a equipe de efeitos visuais da Industrial Light & Magic retirou anos digitalmente de acordo com a idade que devem ter em cada momento. É uma técnica bastante utilizada no cinema em filmes como a saga Piratas do Caribe, em X-Men 3: O Confronto FinalCapitã Marvel e Tron: o Legado. Mas O Irlandês é o primeiro grande filme de teor clássico que usa essa tecnologia. Em entrevista ao El País, Beau Janzen, professor na Gnomon, uma das melhores escolas de efeitos visuais em Hollywood, reforçou a impressão de quem já viu.“Em de-aging nunca vi nada parecido. Eu me impressionei com a quantidade de planos em que aparece e pela resolução. A Netflix faz tudo em 4K, que é o dobro da alta resolução”, diz Janzen, cujos créditos incluem Stranger Things, Westworld e The Walking Dead. “É uma ferramenta da Marvel em um filme de Scorsese”, resume.

E o The Weeknd lançou Heartless, seu aguardado single de retorno. Escute.

VIVER

Cachoeiras, cânions, grutas, rios cristalinos, montanhas. De Lagoa Santa a Diamantina, um roteiro de dez dias pelo norte de Minas Gerais.

Por falar em turismo… o hotel oficial do Cartoon Network está aceitando reservas para sua abertura, em junho de 2020. Localizado em Lancaster Pensilvânia, está “quase pronto” e parece ser tudo aquilo que se pode esperar de um canal de desenhos animados, com referências que vão das Meninas Superpoderosas a Johnny Bravo.

Eletromagnetismo, gravidade, força nuclear fraca e força nuclear forte. Durante décadas, a comunidade científica reconheceu a existência de quatro forças fundamentais que controlam o Universo. Mas, agora, um estudo publicado por cientistas húngaros diz ter observado evidências de uma quinta força da natureza, o que pode revolucionar nossa compreensão de como o mundo funciona. Conheça a partícula batizada como X17.

O fim de semana da torcida do Flamengo não tem fim. Segundo essa seleção do Buzzfeed, a festa promete durar mais uns dias por aí…

COTIDIANO DIGITAL

A guerra do streaming já está a todo vapor e tem custo para as empresas que mergulharam nela: US$ 16,2 bilhões. É o que aponta o levantamento da consultoria MoffettNathanson Research. É o valor que Disney, HBO e Netflix vão desembolsar para competir pelos 13 milhões de consumidores que, nos EUA, que trocarão nos próximos 5 anos a TV paga pelo streaming. Quem vai sair ganhando nessa briga são os usuários que contarão com cada vez mais plataformas e conteúdos. O estudo apontou que o que determina a escolha de um streaming para o outro é o catálogo e se tem algum programa que o telespectador costumava assistir na TV. Essa pode ser uma vantagem para a Disney e HBO, por exemplo, que têm um longo portfólio de filmes e séries, o que forçará outras como Amazon e Netflix a gastarem com conteúdos mais atrativos. As plataformas de streaming também precisarão torcer pela recomendação de familiares e amigos, outro ponto que conta na hora de alguém optar por uma e não pela outra. No outro lado da disputa estão os canais pagos tradicionais, que já está sentindo os efeitos da competição e perderam 6% de assinantes neste ano. Lá. Para quase metade dos consumidores, a principal razão para abandoná-los é que o streaming sai muito mais em conta do que a TV por assinatura. Os que continuarão fiéis à TV são os fãs de esportes, para assistir a transmissão dos eventos esportivos. Ao menos por enquanto.

Não foi só com você. O servidor de email, internet e o portal do Terra ficou fora do ar. Desde ontem, os usuários começaram a relatar problemas de acesso nas plataformas, principalmente nas regiões Sul e Sudeste. Em sua conta no Twitter, o Terra esclareceu que os problemas foram causados por instabilidade no servidor global.

Chegou a pré-venda o Oséo vibrador que usa micro-robótica para dar prazer às mulheres. Passou um ano desde que ganhou o CES 2019 Innovation Awards e agora pode ser adquirido por US$ 290 (cerca de R$ 1.200) para quem se cadastrar pelo site. Baseado no melhor conhecimento que a ciência tem da anatomia feminina, Osé é capaz de simular movimentos de língua e dedos.

Pois é… Não foi fácil chegar ao mercado. Em janeiro, a mesma feira de tecnologia, uma das maiores do mundo, foi acusada de machismo ao barrar o vibrador feito por mulheres de disputar o prêmio na categoria Robôs e Drones. Na ocasião, Lora Haddock, CEO da empresa Lora DiCarlo, postou uma carta aberta no site da companhia garantindo assim uma divulgação ainda maior do produto. E o evento não só se retratou como admitiu para o próximo ano a inscrição de outras inovações com teor sexual.

Fonte: @Meio

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370