ECONOMIA
10.07.2017 | 11h07 - Atualizado em 10.07.2017 | 12h09
Tamanho do texto A- A+

Preço da arroba do boi em MS está 14,4% menor em 2017 frente a 2016

Além de variáveis de oferta e demanda, outros fatores alheios às condições de mercado também provocaram pressão de baixa.

Por Anderson Viegas, G1 MS

O preço da arroba do boi em Mato Grosso do Sul iniciou julho sendo cotado a R$ 119,20. O valor, segundo o boletim mensal Casa Rural, da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado (Sistema Famasul), é 14,44% menor do que o praticado no mesmo período do ano passado, que chegou a R$ 139,32.

Anderson Viegas/G1 MS



Em relação a arroba da vaca, os dados do Sistema Famasul apontam uma perda ainda maior para o criador do estado, 17,11%, com o valor caindo de R$ 132,30 para R$ 109,75.

No boletim anterior, de junho, a entidade já apontava que neste ano os preços da arroba sofreram pressão de baixa não somente pelas variáveis de oferta e demanda, mas também de outros fatores “alheios às condições de mercado”.

Entre esses fatores citados estão, a operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que apontou irregularidades em frigoríficos pelo país e a delação de executivos da JBS do pagamento de propina a vários políticos brasileiros.

Em junho, o boletim apontou que alguns destes fatores já estavam sendo incorporados pelo mercado, o que possibilitaria que os preços voltassem a encontrar um novo patamar, mas que essa recuperação dependeria também do aumento do consumo.

No levantamento de julho, o Sistema Famasul ressalta que o momento atual da pecuária está possibilitando à ponta compradora condições confortáveis de oferta de animais prontos para o abate. Ressalta ainda que no curto prazo, a decisão do criador em segurar um pouco mais a entrega dos animais, dadas as boas condições das pastagens, gerou a impressão de um alongamento do período de safra, já que a escala média de abate dos frigóricos está em oito dias.

Mato Grosso do Sul, segundo dados de 2015 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), tem o quarto maior rebanho bovino do país, com cerca de 21,3 milhões de animais.

Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Qual sua opinião sobre o transporte publico de Campo Grande depois que assumiu o consórcio guaicurus.

Ótimo

Regular

Péssimo

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados