PF
07.12.2017 | 14h56 - Atualizado em 07.12.2017 | 13h36
Tamanho do texto A- A+

Após suicídio de reitor PF volta a investigar universidade de SC

MSnoticias

Agentes da Polícia Federal, Controladoria-Geral da União (CGU) e Tribunal de Contas da União (TCU), deflagraram a Operação Torre de Marfim, para apurar irregularidades na aplicação de recursos públicos voltados a projetos de pesquisa desenvolvidos por Fundações de Apoio da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

.

 

Em setembro, a PF realizou a Operação Ouvidos Moucos, para investigar um suposto esquema de desvios de recursos de cursos de Educação a Distância (EaD), o que resultou no suicídio do então reitor Luiz Carlos Cancellier.

Segundo a PF cerca de 90 policiais e servidores do TCU e da CGU participam da nova operação. Estão sendo cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e 6 de condução coercitiva expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal em Florianópolis/SC. Os mandados judiciais estão sendo cumpridos nos municípios de Florianópolis e Balneário Camboriú, em Santa Catarina.

Em vídeo, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) diz que a operação na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) "é um desafio, uma provocação". "A impressão que eu tenho é de que é uma provocação que pretende desmoralizar as universidades públicas, fazer o povo crer que são um espaço de corrupção, com a intenção clara de privatizá-las. É a insistente luta contra os interesses do povo brasileiro", afirmou.

Já o diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Boaventura de Sousa Santos, um dos maiores intelectuais da atualidade, classificou como "despropositada e ilegal" a condução coercitiva do reitor da UFMG, Jaime Arturo Ramírez. Boaventura pediu que os profissionais "não se deixem intimidar por estes actos de arbítrio por parte das forças anti-democráticas que tomaram conta do poder no Brasil. "Os actos de que são vítimas visam, isso sim, desmoralizar as universidades públicas e preparar o caminho para a sua privatização".


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para Governador de MS?

André Puccinelli (PMDB)

Reinaldo Azambuja (PSDB)

Odilon de Oliveira (PDT)

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados