07.03.2018 | 07h57 - Atualizado em 07.03.2018 | 08h59
Tamanho do texto A- A+

Campo Grande tem 3ª maior queda de preço da cesta básica no País

Custo de alimentos recuou 2,98%, um dos maiores entre as capitais

Correio do Estado

Em fevereiro, a cesta básica de Campo Grande ficou 2,98% mais barata, especialmente em razão da queda do preço do tomate, que despencou 16,26%, após elevação de 47,21% em janeiro. Os dados, divulgados ontem pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), mostram que a capital sul-mato-grossense teve a terceira maior retração entre as 20 capitais pesquisadas.

Foto: Gerson Oliveira / Arquivo / Correio do Estado

.

 

“Após uma alta de quase 5% no primeiro mês do ano, Campo Grande sofre agora uma queda interessante em fevereiro, o que vai ajudar a equilibrar um pouco as contas, especialmente nesse período do ano em que há tantas demandas de pagamentos, como impostos e matrículas escolares”, destaca a economista Andreia Ferreira, supervisora regional do Dieese. 

“Qualquer folga no orçamento, ainda mais para alimentação, é importante”, completa.

Os principais responsáveis pela retração no valor da cesta, além do tomate, foram a batata (-5,24%), seguida pela banana (-3,80%), o café (-3,15%) e a carne bovina de primeira (-2,64%). Os preços do leite (-0,35%), da farinha (-0,84%), do óleo (-1,06%) e da manteiga (-0,86%) também caíram.


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Confira também nesta seção:

Sua Opinião

Você é a favor do porte de armas para qualquer pessoa?

Sim

Não

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados