17.04.2018 | 09h06 - Atualizado em 17.04.2018 | 09h07
Tamanho do texto A- A+

Importância diferenciada de Murilo Zauith é reconhecida por Puccinelli

Na vida publica e na atividade empresarial Murilo Zauith acumula exemplos que reproduzem expectativas contemporâneas da sociedade - e suas experiências vitoriosas dimensionam  o valor do planejamento e da sensibilidade humana em qualquer ação empreendedora.

.

 

Esta avaliação é um indicador da atenção com que o ex-governador André Puccinelli (MDB) realça a importância do papel político do ex-prefeito douradense, ex-vice-governador e ex-deputado federal e estadual não apenas para a Grande Dourados, mas para todo Mato Grosso do Sul.

Em suas conversas com interlocutores sociais e políticos  nas andanças desta pré-campanha, Puccinelli  é incisivo quando pontua que fazer um governo à altura das aspirações atuais dos sulmatogrossenses impõe ouvir e articular-se com os agentes eu operam o desenvolvimento, entre os quais cita Zauith entre os mais qualificados.

O ex-governador e o ex-prefeito provavelmente ainda não tenham conversado sobre a campanha deste ano. Há quem especule sobre um possível confronto entre ambos; Mas existe quem acredita que possam construir uma renovada aliança, repetindo a fórmula bem-sucedida da disputa  sucessória de 2006, quando Puccinelli chamou Zauith para ser seu vice e a solução proveu o Estado com bons frutos.

A conhecida reverência na leitura que André Puccinelli faz sobre Zauith, e o tamanho econômico e político da Grande Dourados em seu projeto de Governo, evidenciam existir uma preocupação diferenciada do pré-candidato em relação à estratégia de gestão que pretende adotar, caso seja eleito. Uma das inovações seria desmembrar decisões administrativas e politicas que hoje estão centralizadas, para reconfigurá-las de acordo com as singularidades microrregionais.

Para liderar esse processo, o governante necessitaria de uma liderança habilitada e com a mobilidade necessária para fazer as interlocuções e dar respaldo adequado às várias formas de intervenções em favor da região. Zauith conhece, e muito bem, as demandas com os problemas e as soluções nos mais de 30 municípios da Grande Dourados e seu entorno.

Quando deixou o PSB e aceitou o convite para ingressar no DEM, legenda que mais se fortaleceu no Congresso Nacional com as migrações da janela partidária, Zauith se viu estabelecido no plano de mérito compatível com seu currículo, ou seja, uma das forças credenciadas para disputar cargos majoritários em Mato Grosso do Sul. Além da cadeira de governador, duas vagas para o Senado vão estar em disputa este ano: São mandatos de extraordinária significação para o Estado e podem ser as opções para que, enfim, a Grande Dourados tenha sua importância reconhecida como protagonista em papéis centrais.


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Você é a favor do porte de armas para qualquer pessoa?

Sim

Não

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados