14.05.2018 | 12h13 - Atualizado em 14.05.2018 | 12h16
Tamanho do texto A- A+

Mulher pode ter sido decapitada em acerto de contas

O crime aconteceu entre a noite de ontem e madrugada de hoje

Correio do Estado

O delegado Ricardo Meirelles, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do bairro Piratininga, confirmou a hipótese de acerto de contas no caso da  mulher encontrada decapitada na manhã de hoje. Ela ainda não foi identificada.

Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

.

 

Meirelles foi ao local do crime acompanhado de investigadores do Grupo de Operações e Investigações (GOI) da Polícia Civil. Eles fizeram consultas ao sistema policial em busca de informações sobre a identidade da mulher, mas ainda não conseguiram respostas.

A vítima tem entre 20 e 30 anos, estava, descalça, com casaco rosa e shorts. Ela foi encontrada de bruços, com mãos para trás, amarradas com o próprio casaco. Pelo estado do corpo, acredita-se que o crime tenha ocorrido entre a noite de ontem e madrugada de hoje.

Segundo o delegado, o crime não ocorreu naquele local. Isto porque não havia marcas de sangue próximo ao corpo. “A gente está avaliando todas as possibilidades essa é uma linha de investigação que está aberta,mas vamos fazer levantamentos e descobrir o que de fato aconteceu”, declarou Meirelles ao ser questionado sobre a possibilidade de acerto de contas.

A polícia vai solicitar exame necroscópico para atestar a causa do óbito. Ainda não se sabe se ela morreu por decapitação ou foi decapitada já depois de morta. Exames papiloscópicos também serão solicitados para confirmar a identidade da mulher.

O delegado disse ainda que vai conversar com moradores da região para saber se alguém conhecia a vítima e pode dar informações sobre o crime.


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Confira também nesta seção:

Sua Opinião

Você é a favor do porte de armas para qualquer pessoa?

Sim

Não

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados