19.06.2012 | 16h25 - Atualizado em 19.06.2012 | 17h27
Tamanho do texto A- A+

Disputas pela liderança do PT cria confronto interno

Jornal do Ônibus

Mesmo depois da anunciada paz em nome da pré-candidatura de Vander Loubet à prefeitura de Campo Grande, o confronto interno entre as duas principais lideranças do PT de Mato Grosso do Sul é retomado.

 

O PT-MS é hoje presidido por Marcus Garcia, apoiado por Delcídio, que pretende disputar a reeleição em 2013.

 

Na última sexta-feira (15), Zeca do PT cogitou a possibilidade de disputar o comando do partido nas eleições internas de novembro de 2013. A afirmação deixou Delcídio irritado e arrancou críticas do atual presidente do PT, Marcus Garcia.

 

Os deputados estaduais Paulo Duarte e Pedro Kemp, ambos do PT, concordaram, nesta terça-feira (19), que a disputa extemporânea pelo comando do partido expos a fragilidade da união entre os grupos do ex-governador Zeca do PT e do senador Delcídio do Amaral. Eles ainda criticaram o ex-governador por levantar o assunto antes do prazo, ameaçando o desempenho dos petistas nas eleições municipais.

 

. “O Zeca tem todo o direito de querer ser presidente do PT, mas o momento para discutir isso é lá em novembro de 2013”, disse. “Ele está queimando etapas”, afirmou Duarte.

 

“Isso mostra que a unidade do PT é muito frágil”, concluiu Pedro Kemp. Para ele, isso é resultado da falta de confiança entre as estrelas petistas. “Qualquer debate abre crise por causar desconfiança”, pontuou.

 

 

 

 


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para Governador de MS?

André Puccinelli (PMDB)

Reinaldo Azambuja (PSDB)

Odilon de Oliveira (PDT)

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados