Habitação
07.11.2017 | 08h13 - Atualizado em 07.11.2017 | 08h15
Tamanho do texto A- A+

Ação de Reinaldo Azambuja destrava programa habitacional em Campo Grande

Tratativas foram feitas em parceria com a Prefeitura da Capital e asseguraram a habilitação de projetos para construção de 1.234 casas populares.

Beatricce Bruno

A atuação do governador Reinaldo Azambuja junto ao Ministério das Cidades, em Brasília, viabilizou a construção de 1.234 novas casas populares em Campo Grande, pelo Programa Minha Casa, Minha Vida. As tratativas foram feitas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e asseguraram os recursos federais para as obras, cuja contrapartida estadual pode chegar a R$ 25 milhões.

Além do aporte financeiro, o Estado é proprietário dos terrenos onde serão feitas as edificações. Conforme o Ministério das Cidades, estão habilitados a receber os investimentos federais dois residenciais, sendo um na cidade e outro no Jardim Inápolis, na região do Distrito Industrial. O prazo para análise e contratação é de 180 dias e a previsão é que as obras tenham início em 2018.

“Além do pacote de R$ 180 milhões em obras já destravadas na Capital, o trabalho que temos feito em parceria com a prefeitura conseguiu garantir a retomada dos projetos habitacionais na cidade”, destacou Reinaldo Azambuja.

“O governador sempre traz demandas importantes do Estado. Vou dar atenção muito especial à habitação, pelo Programa Minha Casa, Minha Vida, e a projetos importantes que atendem e estruturam a Capital, especialmente, na macrodrenagem”, declarou o ministro Bruno Araújo em junho deste ano, em uma das reuniões para viabilizar o recurso.

Além de Campo Grande, foram habilitados projetos para construção de cem unidades habitacionais em Paranaíba e outras cem em Sete Quedas. “O Estado está presente nos 79 municípios, todos estão tendo ou terão investimentos em infraestrutura”, lembrou o governador.

Os projetos selecionados para construção pelo Programa Minha Casa, Minha Vida estão enquadrados na modalidade Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) em que serão beneficiadas famílias cadastradas nas agências de habitação.


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para Governador de MS?

André Puccinelli (PMDB)

Reinaldo Azambuja (PSDB)

Odilon de Oliveira (PDT)

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados