Ademir Santana
20.12.2017 | 17h11 - Atualizado em 20.12.2017 | 12h23
Tamanho do texto A- A+

Ademir Santana luta para que três escolas sejam transformadas em escolas agrícolas

Na sessão ordinária da terça-feira (19) o vereador Ademir Santana indicou à mesa da casa que fossem enviados ao gabinete do prefeito Marquinhos Trad ofícios solicitando que três escolas localizadas, uma na Colônia Aguão, em Campo Grande, e as outas duas nos distritos de Rochedinho e Anhanduí, sejam transformadas em escolas agrícolas São elas: Escola Municipal Orlandina Oliveira Lima (Colônia Aguão), Escola Municipal Barão do Rio Branco (Rochedinho) e Escola Municipal Izauro Nogueira Bento (Anhanduí).

.

Para o parlamentar, a localização dessas escolas e as tradições locais são suficientes para que a solicitação seja acatada pelo executivo municipal. “Nós temos que respeitar a vocação de cada região que abrange a grande Campo Grande.

Essas três escolas estão localizadas em regiões em que a agricultura e a pecuária são o meio de vida das pessoas. Se as crianças tiverem, na própria escola, o foco nesse cenário, com certeza terão condições de ajudar na economia local e também na manutenção dessas culturas”, salientou o vereador.

Ademir Santana ainda comentou sobre a importância de transformar as instituições em escolas agrícolas para que as crianças sintam prazer em se manter ocupadas por mais tempo, o que também ajudaria muito em suas aspirações futuras. “A escola agrícola continua mantendo toda a grade curricular normal contemplando matemática, português, geografia, história etc., mas, adiciona tudo aquilo que ascrianças dessas regiões se interessariam, com o é caso do ensino ao cultivo de hortas, ordenha do leite, manejo do gado e por aí vai. Nada mais justo”, argumentou.

Especialmente sobre Rochedinho, Ademir Santana salientou que já vinha observando essa possibilidade há muito tempo, mantendo conversas constantes com as lideranças locais sobre o assunto. “Rochedinho é um distrito muito importante e que merece atenção para crescer. Não tenho dúvida que uma escola agrícola levaria para lá recursos importantes para o desenvolvimento do distrito, além de atrair mais famílias interessadas em criar seus filhos dentro desse ambiente que prezaria pela produção agropecuária, tão presente no nosso dia a dia. Estou confiante nas três indicações e vou lutar para que em 2018 ela se concretizem.”

Guto Dobes

Assessoria de Imprensa do Vereador


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Você é a favor do porte de armas para qualquer pessoa?

Sim

Não

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados