22.12.2017 | 08h52 - Atualizado em 22.12.2017 | 08h57
Tamanho do texto A- A+

“Conclusão de mais de 200 obras inacabadas mostra nosso respeito com dinheiro público”, diz governador

Programa criado pelo Governo do Estado tem garantido a finalização de empreendimentos que não foram concluídos por administrações anteriores, com intuito de impedir desperdício dos recursos públicos.

“Se a obra começou com dinheiro público, ela tem que terminar”, destacou o governador Reinaldo Azambuja, ao apresentar à imprensa online balanço das ações de Governo em 2017, na semana passada, no auditório da Governadoria.

.

 

Por meio do Programa Obra Inacabada Zero, a atual gestão estadual já concluiu 208 obras de governos anteriores, algumas paralisadas há décadas. “Esse programa mostra nosso respeito com o dinheiro dos contribuintes”, afirmou Reinaldo Azambuja.

.

 

Entre elas, está o hospital do Trauma, anexo à Santa Casa de Campo Grande, cujos trabalhos estão em fase final e deverá ser inaugurado no início de 2018. A construção foi iniciada há 21 anos e antes da atual gestão não havia previsão de ser concluída.

Ao todo, são 214 obras deixadas por administrações anteriores que em processo de estão sendo finalizadas pelo Governo 

.

 

 

do Estado. Titular da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Marcelo Miglioli, chegou a assinar contrato de gestão com o Governo do Estado em 2015 tornando público o compromisso de finalizar todas as obras iniciadas e não terminadas pelas administrações anteriores.

Até o momento, 208 já foram concluídas por todo o Estado. Entre elas estão estradas, escolas, hospitais, conjuntos habitacionais e diversos outros. Duas estão em andamento e faltam somente três presídios e a finalização do Aquário do Pantanal, em Campo Grande.


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Você é a favor do porte de armas para qualquer pessoa?

Sim

Não

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados