31.03.2018 | 08h39 - Atualizado em 31.03.2018 | 09h41
Tamanho do texto A- A+

Siglas não têm filiações na última semana de janela

Prazo para políticos trocarem de partido termina em 6 de abril

Correio do estado

A menos uma semana para encerrar a janela partidária, que fecha na sexta-feira (6), de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os três partidos que estão em destaque nas pesquisas de pré-campanha não têm evento de filiação marcado. De acordo com líderes partidários do MDB, PSDB e PDT, a semana será tranquila e sem grandes surpresas.

Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

.

 

O PDT, partido do juiz federal aposentado e pré-candidato ao governo de Mato Grosso do Sul Odilon de Oliveira, está mais receoso de falar sobre novos nomes. Com a saída do deputado estadual George Takimoto e do ex-prefeito de Corumbá Paulo Duarte, que foram em direção ao MDB, a sigla perdeu dois líderes.

De acordo com o deputado federal e pré-candidato à reeleição Dagoberto Nogueira (PDT), podem haver filiações ao longo da semana, mas o partido anunciará no momento oportuno. “Muita gente quer ficar com o Odilon, mas ainda não posso dizer nomes. Na semana que vem, divulgamos”, declarou.

Já o líder do MDB na Assembleia Legislativa, deputado e pré-candidato à reeleição Eduardo Rocha, afirmou que não haverá eventos de filiação do partido na última semana liberada pelo TSE. Segundo Rocha, o ex-governador do Estado e pré-candidato ao cargo André Puccinelli está cuidando das articulações políticas com aliados e possíveis novos filiados. 


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Você é a favor do porte de armas para qualquer pessoa?

Sim

Não

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados