Agropecuário
03.11.2017 | 13h52 - Atualizado em 03.11.2017 | 12h55
Tamanho do texto A- A+

Censo Agropecuário supera 1 milhão de estabelecimentos no primeiro mês

Recenseadores contratados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para realizar em todo o país o Censo Agro 2017 superaram, já no primeiro mês de coleta de dados, o primeiro milhão de estabelecimentos agropecuários recenseados.


A meta, segundo o IBGE informou dia (1º), é de visitar outros 4,2 milhões de locais até o final de fevereiro de 2018.

O 10º Censo Agropecuário do IBGE já recenseou 1.036.867 estabelecimentos, o que representa cerca de 19,74% do total estimado. O Sudeste é a grande região que está mais adiantada, com 22,48% das entrevistas realizadas.

Os recenseadores levantam informações sobre a área, a produção, as características do pessoal ocupado, o emprego de irrigação e o uso de agrotóxicos, entre outros temas.

A intenção do IBGE é de que os primeiros resultados do Censo Agro 2017 sejam divulgados em meados do próximo ano.

A coleta de dados do Censo Agro está sendo feita através dos Dispositivos Móveis de Coleta (DMCs), semelhantes a smartphones comuns, que utiliza tecnologias como GPS e imagens de satélite para localizar os estabelecimentos. Não são mais utilizados formulários de papel.

A partir do cadastro de estabelecimentos agropecuários feito no censo, será possível criar a Pesquisa Nacional por Amostra de Estabelecimentos Agropecuários, para captar dados sobre receitas e despesas na produção, crédito e seguro rural, proteção de mananciais, conservação da fauna e flora, técnicas de produção, além da situação social e familiar dos trabalhadores do campo, entre outros temas.

Fonte: Agência Brasil

Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para Governador de MS?

André Puccinelli (PMDB)

Reinaldo Azambuja (PSDB)

Odilon de Oliveira (PDT)

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados