04.12.2017 | 08h46 - Atualizado em 04.12.2017 | 08h50
Tamanho do texto A- A+

Gasolina e diesel já sobem há mais de um mês e atingem recorde

Preços do litro dos combustíveis chegaram a R$ 4,051 e R$ 3,466, respectivamente, segundo dados da ANP; valor do etanol também subiu

veja.com

O preço médio da gasolina subiu novamente na última semana, de 4,023 reais por litro, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Foi a quinta alta semanal consecutiva, e o combustível atingiu o valor mais alto registrado em 2017. O levantamento levou em conta o valor cobrado em 3.148 postos no país.

 

Reinaldo Canato/VEJA.com

.

Desde julho, os reajustes na gasolina e no diesel vendidos pela Petrobras às distribuidoras somam 23,30% e 16,70%, respectivamente.

O diesel e o etanol também tiveram aumento no período.Para as distribuidoras, o preço da gasolina cobrado pela Petrobras foi reajustado cinco vezes na última semana, o que representou uma redução de 0,27% neste período, segundo dados divulgados pela estatal.

As mudanças fazem parte da política que a empresa adota desde julho, que permite alterações diárias, segundo cálculo que leva em conta fatores como o preço internacional. Os postos têm liberdade para definir o preço que cobram dos consumidores.

Em relação ao diesel, o preço foi de 3,433 reais a 3,466 reais, também a quinta alta seguida e recorde no ano. O preço nas refinarias, no entanto, caiu 6,85% na última semana.

Novo cálculo

A Petrobras anunciou na última sexta que alterou o método de cálculo para o diesel, em razão de “mudanças de fluxo logístico e entrada de produtos importados no país”. Após a decisão, a estatal fez a maior redução no valor do combustível (5,7%) desde que adotou a política de reajustes em vigor atualmente. O novo valor passou a valer no sábado. A estatal não divulga a fórmula usada para definir os reajustes dos preços dos combustíveis em relação ao mercado internacional.

Desde julho, os reajustes na gasolina e no diesel vendidos pela Petrobras somam 23,30% e 16,70%, respectivamente.

Etanol

O valor cobrado pelo etanol nos postos do país também teve aumento na última semana, a sexta alta consecutiva, sendo vendido a 2,827 reais por litro – ante 2,812 reais no período anterior. A pesquisa da ANP considerou o preço em 2.865estabelecimentos. O maior valor no ano foi registrado em janeiro, quando o combustível chegou a 2,931 reais por litro.

 

Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para Governador de MS?

André Puccinelli (PMDB)

Reinaldo Azambuja (PSDB)

Odilon de Oliveira (PDT)

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados