20.01.2018 | 08h30 - Atualizado em 20.01.2018 | 08h32
Tamanho do texto A- A+

Estado ganhou seis mil novas empresas em 2017

Foi o primeiro sinal de expansão dos últimos 4 anos

Correio do Estado

Mato Grosso do Sul encerrou o ano de 2017 com alta na abertura de novas empresas e a sinalização é de estabilização para este ano. É o que aponta os dados da Junta Comercial do Estado (Jucems).

.

 

De acordo com as estatísticas, divulgadas ontem, no ano passado, 6.046 novas empresas abriram as portas em todo o Estado. O resultado é 5,14% superior ao registrado no ano anterior, 2016, quando o índice fechou com 5.750 empresas constituídas. São somente 296 empresas a mais, mas um fato importante: essa foi a primeira alta no número de empresas abertas dos últimos quatro anos.

“Ainda é muito cedo para falar que saímos da crise. Podemos dizer que é uma tendência, uma sinalização de melhora. Mas não como uma confirmação. Essa tendência deverá ser confirmada no decorrer dos próximos meses”, explicou o presidente da Jucems, Augusto César de Castro.

Em 2013, a Junta Comercial havia registrado o total de 7.635 empresas constituídas no Estado, um dos melhores resultados da série histórica. Depois disso, com a chegada da recessão econômica, o cenário foi de queda.

A retração começou ainda em 2014, quando o índice de empresas abertas caiu para 6.173, passando para 5.971 em 2015 e 5.750 em 2016 (o mais baixo índice desde 2006).

Para Castro, essa recuperação do setor empresarial de Mato Grosso do Sul se deve a uma série de fatores, entre eles, o próprio cenário macroeconômico, que começou a apresentar sinais de recuperação, e, principalmente, a retomada da confiança do empresariado na economia nacional. “É uma recuperação pequena, mas significativa”, completou.


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Você é a favor do porte de armas para qualquer pessoa?

Sim

Não

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados