União
13.11.2017 | 14h19 - Atualizado em 13.11.2017 | 14h07
Tamanho do texto A- A+

União entre prefeitura e governo deve por fim à espera de moradores por obra

Com recursos federais, estaduais e execução da prefeitura – viabilizados em conjunto com a Câmara de Vereadores pelo Programa Juntos por Campo Grande – as intervenções irão contemplar a avenida Ernesto Geisel nos dois sentidos num trecho de 2,4 quilômetros, inclusive, o local onde Noemia mora há 28 anos, no bairro Cohafama.


Neste e nos demais trechos entre as ruas Santa Adélia e Aquário serão executados serviços de drenagem, recomposição dos taludes e sistema de gabião para canalização da água.

Após as intervenções para conter a erosão, será feita restauração da pista, recapeamento, construída uma ciclovia e melhorada a sinalização de trânsito.

Os três lotes de obras de manejo de águas pluviais do rio Anhanduí contam com contrapartida estadual de R$ 900 mil que integra o montante de recursos federais que chega a R$ 57,7 milhões.

Eles preveem a restauração das margens, construção de galerias pluviais, recuperação de áreas úmidas, reservatório de amortecimento de cheias, urbanização de caráter complementar e pavimentação em todo o Complexo Anhanduí, que inclui os córregos Cabaça e Areias.

As licitações para os três lotes de obras já foram concluídas e estão em fase de recurso, para posterior autorização pela Caixa Econômica Federal (CEF). A previsão da prefeitura é que os trabalhos tenham início ainda neste ano.

Fonte: MSnoticias

Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Você é a favor do porte de armas para qualquer pessoa?

Sim

Não

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados