União
13.11.2017 | 14h19 - Atualizado em 13.11.2017 | 14h07
Tamanho do texto A- A+

União entre prefeitura e governo deve por fim à espera de moradores por obra

Com recursos federais, estaduais e execução da prefeitura – viabilizados em conjunto com a Câmara de Vereadores pelo Programa Juntos por Campo Grande – as intervenções irão contemplar a avenida Ernesto Geisel nos dois sentidos num trecho de 2,4 quilômetros, inclusive, o local onde Noemia mora há 28 anos, no bairro Cohafama.


Neste e nos demais trechos entre as ruas Santa Adélia e Aquário serão executados serviços de drenagem, recomposição dos taludes e sistema de gabião para canalização da água.

Após as intervenções para conter a erosão, será feita restauração da pista, recapeamento, construída uma ciclovia e melhorada a sinalização de trânsito.

Os três lotes de obras de manejo de águas pluviais do rio Anhanduí contam com contrapartida estadual de R$ 900 mil que integra o montante de recursos federais que chega a R$ 57,7 milhões.

Eles preveem a restauração das margens, construção de galerias pluviais, recuperação de áreas úmidas, reservatório de amortecimento de cheias, urbanização de caráter complementar e pavimentação em todo o Complexo Anhanduí, que inclui os córregos Cabaça e Areias.

As licitações para os três lotes de obras já foram concluídas e estão em fase de recurso, para posterior autorização pela Caixa Econômica Federal (CEF). A previsão da prefeitura é que os trabalhos tenham início ainda neste ano.

Fonte: MSnoticias

Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para Governador de MS?

André Puccinelli (PMDB)

Reinaldo Azambuja (PSDB)

Odilon de Oliveira (PDT)

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados