Reeducandos
05.12.2017 | 15h53 - Atualizado em 05.12.2017 | 14h01
Tamanho do texto A- A+

Reeducandos de Jardim finalizam o último módulo do curso completo de informática

Jardim (MS) – Para aprofundar os conhecimentos no uso de novas tecnologias da informação, reeducandos do Estabelecimento Penal Máximo Romero (EPMR), em Jardim, concluíram o curso Informática Avançada, que representa o último módulo de aprendizado na área. O encerramento das aulas aconteceu no final de novembro.

.

 

As aulas foram oferecidas por meio da parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), o Sindicato Rural de Jardim e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS).

Ao todo, dez internos foram capacitados e, além do aprendizado, receberam remição da pena, conforme estabelece a Lei de Execução Penal. Todos os internos realizaram as três etapas completas do curso: Inclusão Digital, Informática Básica e Informática Avançada, finalizando todo o estudo na área.

Com carga horária total de 32 horas, as aulas foram ministradas pelo professor Edgar da Silva Umar e tiveram como objetivo promover o estudo sobre a importância e soluções para o uso de novas tecnologias da informação, além de reconhecer o implemento destes recursos para o desenvolvimento tecnológico informatizado.

Segundo o diretor da unidade prisional, Maycon Roslen de Melo, a capacitação dos internos traz inúmeros benefícios durante e após o cumprimento de pena. “A especialização em informática amplia as oportunidades de trabalho, por isso a parceria com o Senar foi estendida e em 2018 serão realizadas novamente as qualificações, a fim de atender mais internos”, ressalta.

Os cursos profissionalizantes ofertados a custodiados da Agepen são coordenados pela Diretoria de Assistência Penitenciária, por meio da Divisão de Educação, que acompanha as ações de parceria, atuando junto às instituições e estabelecimentos penais no fornecimento de suporte às capacitações.

Conforme o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, proporcionar qualificação e oportunidades de reintegração social, seja com trabalho ou estudo, têm sido o grande foco da Agepen. “Muitos objetivos são alcançados graças aos inúmeros parceiros e colaboradores do sistema prisional”, afirma o dirigente.

Tatyane Santinoni – Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen)

Foto: Agepen


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Você é a favor do porte de armas para qualquer pessoa?

Sim

Não

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados