Cobertura Solidária
09.04.2018 | 09h04 - Atualizado em 09.04.2018 | 09h09
Tamanho do texto A- A+

FAC mobiliza Campo Grande para agasalhar a quem precisa

Acir Miller

O Fundo de Apoio à Comunidade (FAC) não esperou a chegada do inverno e está antecipou o processo de organização e mobilização interinstitucionais para levar calor humano e benefícios sociais de apoio às famílias em situação de vulnerabilidade em Campo Grande. A presidenta do Comitê Gestor do FAC, Tatiana Trad, demonstra confiança no engajamento das secretarias municipais, nas instituições civis e em toda a sociedade para garantir que nenhuma pessoa seja afetada pelas baixas temperaturas que estão previstas para o meio do ano.

.

 

A expectativa é que o volume de contribuições deste ano supere os resultados obtidos nas edições anteriores de iniciativas como a Feijoada do FAC e a Campanha do Agasalho. Segundo a primeira-dama Tatiana Trad, quem estiver disposto a colaborar com esses eventos pode dirigir-se à sede da entidade (Rua Anhanduí, 294, proximidades do Horto Florestal) e entregar suas doações: roupas, calçados, cobertores, alimentos, capas para chuva, brinquedos e outros artigos de utilidade e proteção à saúde humana.

Na atual gestão, a capital de Mato Grosso do Sul experimenta um modelo mais ágil e ampliado de intervenção social inclusiva com ênfase na participação popular. A atuação do FAC é feita de maneira articulada com outros órgãos públicos municipais, como as secretarias de Assistência Social, Saúde e Educação. Da mesma forma, o FAC procura fortalecer e ampliar as parcerias com a sociedade civil, elevando a importância de organizações como a Associação Comercial e Industrial (ACICG) e demais entidades classistas e comunitárias.

O FAC estima atender com is donativos um universo de ao menos cinco mil pessoas nas sete regiões urbanas. Além das roupas e outros artigos associados à estação mais fria do ano, as campanhas também arrecadam alimentos para preparar as refeições coletivas, com distribuição gratuita de sopa às famílias assistidas. Tatiana faz questão de observar que toda arrecadação será efetuada de forma voluntária, a partir das parcerias estabelecidas, e que apenas o cobertor e a fabricação do poncho (vestimenta de frio) passam pelo processo de licitação, despesas estas financiadas pelo Fundo.

.

 

O período de maior mobilização na campanha do agasalho ocorrerá na segunda quinzena de maio; Tatiana explica que a distribuição dos cobertores é feita a partir da ação conjunta do FAC com as lideranças comunitárias, que ficarão responsáveis pela triagem das pessoas dentro de sua comunidade, enquanto se processa a entrega dos cobertores. Os ponchos, fabricados pela equipe do FAC, são destinados com prioridade para as crianças e os idosos.

AJUDA E FEIJOADA - Uma das ações do FAC, o Projeto “Ajuda do Bem”, disponibiliza caixas de coleta em pontos estratégicos da cidade. Outra iniciativa de suporte fundamental para esta campanha é a Feijoada do FAC, que terá sua 19ª edição no dia 26 de maio.  O evento é beneficente e toda a arrecadação revertida para a compra de agasalhos, cobertores e alimentos. Com formato inovador e ainda mais participativo, a Feijoada 2018 terá como ambiente o salão do Golden Class, com início às 11h. Os ingressos custam R$ 170,00 e estarão à venda a partir do próximo dia 15. Tatiana reforça o apelo ao envolvimento da comunidade: “A presença e a colaboração dos campo-grandenses são imprescindíveis para o êxito deste mutirão de solidariedade e amor ao próximo. Quanto maior e mais amplo for o engajamento da sociedade, mais pessoas vão estar protegidas do frio e sentindo-se valorizadas e amadas”, enfatizou.  


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Você é a favor do porte de armas para qualquer pessoa?

Sim

Não

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados