Governo do Estado
03.06.2018 | 11h34 - Atualizado em 03.06.2018 | 11h36
Tamanho do texto A- A+

Governo investe R$ 34,77 milhões em infraestrutura e qualificação para dar competitividade a empresas de MS

Marcelo Armôa

De 2015 a 2017, o Governo do Estado investiu R$ 34,77 milhões em obras de infraestrutura e ações de qualificação profissional para proporcionar mais competitividade às indústrias e micro, pequenas e médias empresas em Mato Grosso do Sul. Os recursos utilizados foram do Fundo de Apoio à Industrialização (FAI), administrado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

.

 

“O FAI é um fundo específico de apoio à industrialização e fundamental para conseguirmos melhorar as lacunas de competitividade do setor empresarial em Mato Grosso do Sul. Em 2015, o compromisso assumido pelo Governo do Estado foi o de destinarmos o recurso disponível para a finalidade a que ele se destina. Com isso, realizamos importantes investimentos nos últimos três anos, como a melhoria na infraestrutura de núcleos industriais, acessos a indústrias, programas de qualificação e ações para atrair novos empreendimento para o Estado”, diz o titular da Semagro, Jaime Verruck.

De acordo com a legislação, todas as empresas incentivadas pelo Governo do Estado contribuem com 2% do incentivo fiscal recebido, valor que é destinado ao FAI. O secretário lembra que a Lei Complementar Estadual n. 241/2017 convalidou os incentivos fiscais e criou o Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e de Equilíbrio Fiscal do Estado (Fadefe), mas o FAI não deixou de existir. “A contribuição para o Fadefe dura só três anos, mas o FAI permanece após esse prazo”, acrescenta.

Investimentos

Dentre os investimentos realizados pelo Governo do Estado com os recursos do FAI está a revitalização do Núcleo Industrial do Indubrasil, em Campo Grande, no valor de R$ 7 milhões. Após 40 anos de sua criação, o local recebeu nova pavimentação, duplicação da via principal e drenagem. A obra deu condições para a expansão de indústrias instaladas na região, dentre elas, a ADM, que inaugura sua nova unidade nos próximos dias.

Ainda em Campo Grande, também foi realizada a pavimentação do Centro Empresarial Norte, no valor de R$ 1,9 milhão, sendo que mais R$ 927 mil serão investidos no local, na obra de acesso ao trecho duplicado da BR-163.

Em Dourados, R$ 10,3 milhões foram investidos nas obras de pavimentação, drenagem e acessos às empresas do Núcleo Industrial do município. No Núcleo Industrial de Três Lagoas estão sendo investidos R$ 2,95 milhões nas obras de acesso do local ao aeroporto da cidade e construção de ciclovia, beneficiando os trabalhadores da região.

Ainda no interior do Estado, os recursos do FAI foram investidos nas obras dos polos, núcleos e distritos industriais de Fátima do Sul, Miranda, Maracaju e São Gabriel do Oeste.

Outros dois municípios foram contemplados com outros tipos de auxílio promovido pelo Fundo: Dois Irmãos do Buriti, que recebeu R$ 405 mil para a reativação do frigorífico de pescado do município, além de Caracol, que vai concluir o frigorífico de bovinos da região, com R$ 899 mil do FAI.

“O FAI tem uma série de finalidades e uma dela é auxiliar na competitividade das empresas e micro e pequenas empresas, além de auxiliar na captação de novos inestimentos para o Estado. Por isso, também utilizamos os recursos do Fundo em ações como o Propeq, Rota do Desenvolvimento, Propeq Adensa e na participação de Mato Grosso do Sul no SIAVS, em São Paulo”, finalizou o secretário Jaime Verruck.

Veja na tabela abaixo alguns números dos investimentos feitos pelo Governo do Estado, com recursos do FAI:

                 

Investimento

Valor

Distrito Industrial Dourados

10.374.358,15

Núcleo Industrial Indubrasil

7.161.993,48

Centro Empresarial Norte de Campo Grande I

1.927.647,54

Centro Empresarial Norte de Campo Grande II

926.561,95

Núcleo Industrial de Três Lagoas

2.956.771,16

Polo Industrial Fátima do Sul

2.299.943,34

Núcleo Industrial de São Gabriel do Oeste

1.543.487,46

Núcleo Industrial de Maracaju

1.512.000,00

Núcleo Industrial de Miranda

225.000,00

Frigorífico de Pescado Dois Irmãos do Buriti

405.800,24

Frigorifico de Caracol

899.986,51

Acesso Paranaíba

1.092.501,17

Rota de Desenvolvimento2

2.700.000,00

PROPEQ ADENSA

700.000,00

Participação no SIAVS

50.000,00

TOTAL

34.776.051,00


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Confira também nesta seção:

Fatal error: Function name must be a string in /home/jornalon/public_html/__index_lista.inc.php on line 78