Esporte
16.03.2018 | 08h19 - Atualizado em 16.03.2018 | 09h23
Tamanho do texto A- A+

No sufoco, Galo empata com o Urso nos acréscimos e garante vaga na semifinal

Time de Mundo Novo fez bonito, abriu o placar e segurou o resultado até o finalzinho do jogo. O Galo foi guerreiro, tentou muito até fazer o gol, aos 48 da etapa complementar.

G1MS

Uma das partidas mais emocionantes desse estadual, foi realizada na noite desta quinta-feira (15), no Morenão. O Galo buscou o empate nos acréscimos, contra o Urso, e se classificou para a semifinal. O time de Mundo Novo abriu o placar ainda na primeira etapa. O Galo só conseguiu sair do sufoco aos 48 minutos do segundo tempo. Quando tudo parecia perdido, André Paulino fez o gol salvador. O galo chegou à semifinal e o Urso disse adeus à competição

Uma das partidas mais emocionantes desse estadual, foi realizada na noite desta quinta-feira (15), no Morenão. O Galo buscou o empate nos acréscimos, contra o Urso, e se classificou para a semifinal. O time de Mundo Novo abriu o placar ainda na primeira etapa. O Galo só conseguiu sair do sufoco aos 48 minutos do segundo tempo. Quando tudo parecia perdido, André Paulino fez o gol salvador. O galo chegou à semifinal e o Urso disse adeus à competição.

Aos 16 minutos, Edi colocou a mão na bola, dentro da área. O juiz marcou o pênalti e os jogadores do Galo nem reclamaram. Pênalti em um lance que não havia perigo de gol.

Renan cobrou mal. Pereira defendeu, mas deu rebote. Renan aproveitou e marcou. O Galo não chegou com perigo, na primeira etapa.

O segundo tempo começou equilibrado. Firmino conseguiu cabecear e atingir a trave, mas a pressão do time da casa começou mesmo depois dos 25 minutos. Firmino, Rodrigo Gral e Igor Vilela tentaram por várias vezes, mas esbarravam na defesa do Urso. Destaque para o zagueiro Fabão, que salvou o time de Mundo Novo, várias vezes.

A torcida que apoiou muito o Operário, ficou impaciente em alguns momentos, mas voltou a incentivar a equipe. Os dez minutos finais foi de pressão total. Nos acréscimos, no que parecia ser o último lance do jogo, a insistência rendeu mais um escanteio. Igor Vilela cobrou. André Paulino subiu pra cabecear forte e mandar para o fundo da rede. Festa do Galo que comemorou muito com a torcida, que parecia não acreditar.

O Operário tinha a vantagem de dois empates, por ter feito melhor campanha na primeira fase. O primeiro confronto em Mundo Novo terminou 1 a 1. O resultado se repetiu nesta quinta-feira.

O Operário volta a campo na próxima quarta-feira (21), contra o vencedor do confronto entre Sete de Dourados e União ABC. O Sete venceu a primeira partida por 3 a 1, na noite de quarta-feira (15), no Morenão. As duas equipes se enfrentam domingo (18), no Douradão. O Sete pode perder por até dois gols de diferença que também chega à semifinal.


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Você é a favor do porte de armas para qualquer pessoa?

Sim

Não

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados