07.12.2017 | 15h32 - Atualizado em 07.12.2017 | 15h33
Tamanho do texto A- A+

Odilon defende integração de forças para combater a violência

Redação com assessoria

O pré-candidato do PDT ao governo do estado, ex-juiz federal Odilon de Oliveira, defende a integração de todos os órgãos que atuam na área de segurança, inclusive as Guardas Municipais, para melhorar a segurança pública no Brasil.

.

 

“Quando se interpreta em conjunto o Art.144 com os Art. 1º, 5º e 6º da Constituição Federal chega-se à conclusão de que as Guardas Municipais podem e devem exercer o papel de polícia, trabalhando de forma integrada com as demais forças de segurança – as Polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal, em ações de prevenção e combate ao crime. É preciso também buscar a participação efetiva da escola e da família, porque segurança começa dentro de casa. Só através dessa integração, desse esforço coletivo, será possível ao poder público cumprir seu papel de proteger os cidadãos. Segurança pública é de responsabilidade do estado, mas é dever de todos”, afirmou o ex-juiz, durante palestra no II Simpósio Estadual das Guardas Civis Municipais, realizado nesta quinta-feira (7) no Plenarinho da Câmara de Vereadores de Campo Grande.

Odilon destacou o papel importante que as Guardas Municipais têm na prevenção e combate da criminalidade, especialmente nesse momento difícil que o país atravessa, com a população clamando por segurança, em função da violência que se espalhou por todas as regiões.

“Em uma situação como essa não podemos economizar esforços, até porque a Guarda Municipal é a força de segurança mais próxima da comunidade. Aqui na capital, por exemplo, existe um projeto onde ela atua na prevenção da violência contra alunos e professores nas escolas municipais, além de desempenhar várias outras atividades no apoio às ações das Polícias Militar e Civil. Isso tem que ser estimulado. Eu, por exemplo, como juiz federal, viabilizei os prédios onde hoje funcionam as Guardas Municipais de Campo Grande e Ponta Porã, e sempre procurei atender pedidos de viaturas e equipamento da corporação. Sem um trabalho de inteligência, investimentos em tecnologia e sem união de esforços será difícil vencer a guerra contra o crime”, advertiu Odilon de Oliveira.


Voltar 




Preencha o formulário clicando no botão abaixo e seja o primeiro a comentar esta matéria.
Comente está matéria

Sua Opinião

Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para Governador de MS?

André Puccinelli (PMDB)

Reinaldo Azambuja (PSDB)

Odilon de Oliveira (PDT)

  • votar
  • parcial
Copyright © 2012 Jornal do Ônibus - Todos os direitos reservados