Domingo, 26 de Maio de 2019

CULTURA
Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2019, 09h:53

Carnaval de Corumbá

Corumbá põe os blocos na rua e promete um grande Carnaval

Silvio Andrade

Com previsão de receber mais de dez mil turistas até a Quarta-feira de Cinzas, o Carnaval de Corumbá – considerado um dos mais animados e tradicionais do interior do Brasil – não se resume apenas a dois dias de desfile das dez escolas de samba.

São, na realidade, 18 dias de folia, incluindo roda de samba no Porto Geral, iniciada no dia 17 de fevereiro, concurso da Corte de Momo, concurso de Marchinhas e desfiles de Fantasias e dos blocos oficiais e não oficiais.

“A cidade vive o Carnaval o ano inteiro”, diz o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesco), Zezinho Martins. As entidades carnavalescas, segundo ele, estão sempre em atividades, em seus barracões, promovendo eventos para arrecadar fundos ou preparando-se para o desfile do ano seguinte.

Sempre presente no grande evento, que movimenta a economia local em R$ 14 milhões (estimativa de 2018), o Governo do Estado destinou R$ 699 mil em apoio às escolas de samba, blocos oficiais, cordões e custeio da infraestrutura contratada pela Prefeitura.

Roda de Samba no Porto Geral atrai a população local e os turistas. Foto: Clóvis Neto

Praga de Frei Mariano

Este ano, a folia pantaneira termina somente no dia 9 de março, com o tradicional Enterro dos Ossos, em um hotel da cidade. Integra também a programação oficial o Esplendor do Samba, evento que se antecipa a apuração dos desfiles e premia escolas, blocos e carnavalescos.

Roda de samba no Porto Geral, aos domingos, predomina em toda a programação, atraindo corumbaenses, bolivianos e turistas. Na segunda-feira (25.2), o Bloco Funecão fez a sua estreia pelas ruas, reunindo centenas de foliões.

A Liesco adiou, por causa das chuvas, para esta quinta-feira (28.2) o ensaio técnico com as escolas de samba para aferir o sistema de som digital montado na avenida General Rondon, local do desfile oficial nos dias 3 e 4 de março.

Criado na década passada, o bloco Sandálias de Frei Mariano volta à avenida hoje, levando muita irreverência e ironia para contar a lenda, segundo a qual o pároco teria rogado praga contra a cidade, no início do século XX. A saída do bloco estava programada para ontem (27), mas foi adiado devido às chuvas.

Também hoje, acontece o tradicional Desfile de Fantasias, no clube Corumbaense. Realizado há mais de 20 anos, o desfile reúne os maiores carnavalescos de Campo Grande e Corumbá. Também neste dia, sai às ruas o tradicional bloco de sujos Chupeta e os estreantes Beija-Flor Folia e Sem Limites na Folia.

Maior bloco de sujos, o Cibalena arrasta mais de 30 mil foliões na passarela do samba. Foto: Prefeitura de Corumbá

Desfiles de blocos e escolas

Os 11 blocos oficiais desfilarão no dia 2 de março, a partir das 20h. São eles: Oliveira Somos Nós, Águia da Vila, Afro Samba Reggae, Praia, Bola e Cerveja, Flor de Abacate, Nação Zumbi, Bola Preta, Arthur Marinho, Os Intocáveis, Clube dos Cem e Vitória Régia.

O primeiro bloco das escolas de samba desfila no domingo, 3 de março, a partir das 20h, pela ordem: Estação Primeira do Pantanal, Major Gama, A Pesada, Imperatriz Corumbaense e Império do Morro. Já na segunda-feira, dia 4 é a vez dos Acadêmicos do Pantanal, Nova Corumbá, Caprichosos de Corumbá, Vila Mamona e Marques de Sapucaí.

O último dia de carnaval, 5 de março, está reservado para referenciar o glamour, as brincadeiras e o charme das antigas “festas de momo”. O Desfile Cultural reúne os bonecões, corso (carros antigos), alas das pastoras e dos marinheiros, blocos de Frevo e dos Palhaços e os cordões Paraíso dos Foliões, Cinelândia, Flor de Corumbá e Cravo Vermelho.

Confira a programação na íntegra.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370