Domingo, 29 de Março de 2020

DESTAQUE
Sábado, 22 de Fevereiro de 2020, 06h:00

Gestão Inovadora

Marquinhos estrutura Campo Grande para a comunidade realizar seus sonhos

Modernização, sustentabilidade e promoção humana compõem o perfil das transformações na capital

Hugo Miller

Os violentos temporais que fustigaram Campo Grande nos últimos dias – o mais recente na quinta-feira, 20, com impactos terríveis – causaram tamanhos estragos que em outras épocas deixariam a cidade desarrumada e profundamente ferida, condenada a passar meses ou anos para ser recomposta.

Felizmente, agora os tempos são outros. Mal a tempestade deu a primeira trégua, com máquinas e operários mobilizados nas primeiras ações emergenciais, a Prefeitura já punha em cena uma intervenção pré-estabelecida para ações sistêmicas em ocorrências do gênero. Em poucas horas eram iniciados os serviços de recuperação das ruas e pontos públicos danificados, como a restauração das placas de concreto da parede de canalização da margem direita do Rio Anhanduí. A estrutura, construída há mais de 40 anos, está sendo substituída por gabiões novos.  

Rapidamente as equipes da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos fazem todo o trabalho de recuperação dos danos, com soluções adotadas em outros trechos que sofreram idênticos problemas. Logo após o período de chuva o primeiro lote da revitalização e controle de enchente do Anhandui vai entrar na fase final das obras. Com essas intervenções a prefeitura corrige o problema de transbordamento do Rio Anhandui, que se arrasta há décadas.

caju-768x385.jpg

 

Uma das obras mais esperadas pelos campo-grandenses, a requalificação da Avenida Ernesto Geisel voltou a ser executada em 2018.  A obra faz parte de um conjunto de ações que beneficiará diversos bairros, entre os quais Marcos Roberto, Jockey Clube, Jardim Paulista e Vila Progresso. Tudo isso está sendo possível porque o prefeito Marquinhos Trad (PSD) administra com uma estratégia inovadora de gestão, que combina os itens essenciais aos padrões de um crescimento sustentável e futurista.

Marquinhos Trad estrutura a capital com investimentos que associam exigências inerentes às grandes metrópoles, com obras de infraestrutura e os equipamentos que atendem às demandas de mobilidade, sustentabilidade, acessibilidade e promoção humana. O prefeito, quando questionado sobre suas diretrizes, responde reiterando o conceito de governo: “Queremos uma cidade que cresça com sustentabilidade e tenha um desenvolvimento humanizado, moderno, estruturado para as necessidades básicas e direitos das pessoas. Uma cidade em que todos tenham a certeza de ser possível realizar seus sonhos”.

m-trad-e-g-e1577978049517.jpg

 

UM CHOQUE DE GESTÃO - Circular pelas ruas centrais e dos bairros, experimentar as mudanças que reordenam e requalificam o trânsito e a ocupação dos espaços urbanos, acessar as redes de prestação de serviços públicos e conferir os saltos de qualidade em itens como a valorização do servidor e a simplificação do atendimento são exercícios que põem campo-grandenses e visitantes frente a frente com um processo de evolução no qual são, ao mesmo tempo, alvos e protagonistas. É um verdadeiro choque de gestão, sem precedentes.

VOM_6116-768x432.jpg

 

Numa das vitrines que a exibem como referência de capacidade executiva, a capital iniciou na quarta-feira, 19, o primeiro ciclo de autoavaliação para implantar o Modelo de Excelência em Gestão das Transferências da União – MEG-Tr. Segundo Angelo Mateus Prochmann, economista da Segov, a autoavaliação do Meg-Tr é o “primeiro passo para identificar o estágio atual de desenvolvimento da gestão municipal e apontar sugestões que possam ser implementadas para melhorar a qualidade do serviço prestado ao cidadão”.

WhatsApp-Image-2020-02-20-at-10.59.09-768x432.jpeg

 

INCLUSÃO – As soluções que o modelo gerencial vem encontrando para responder aos clamores da sociedade não economizam criatividade e simplicidade. É o que se verifica, por exemplo, nas políticas publicas de inclusão social com caráter emancipista, porque acrescentam habilitações voltadas à autonomia econômica. É o que propõe e habilita o conjunto de ações desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS).

Para desenvolver habilidades e incentivar a geração de renda, a secretaria realiza diversos cursos de capacitação e profissionalização em todas as regiões da cidade. Desde janeiro de 2017, só na SAS 7.673 pessoas foram capacitadas. Para este ano a meta é atender cerca de 2.100 alunos durante as 20 turmas previstas nos mais diversos segmentos.

Cursos de Corte e Costura, Informática Básica, Embelezamento, Cozinha Industrial, Panificação, Cerâmica, Habilidades Manuais, Patchwork, Bordado, Pintura em Tecido, entre tantos outros, são ofertados nos Centros de Referências da Assistência Social (CRAS), Centros de Convivência do Idoso (CCI), Centro de Convivência (CC) e no Centro de Capacitação Profissional (Cecapro), mudando a vida das pessoas.

CursoCabelo-768x432.jpg

 

            RACIONALIDADE – Até mesmo em detalhes quase desapercebidos a gestão se esmera. uPara garantir no caixa a receita com que custeia suas despesas essenciais, a Prefeitra assinou com a Energgisa e a Associação da Feira Central Cultural e Turística de Campo Grande/MS (Afecetur) o Projeto de Eficiência Energética. O objetivo: reduzir o consumo de energia elétrica. Serão trocadas as lâmpadas e toda a fiação do sistema elétrico da Feira Central de Campo Grande, com o investimento de R$ 430 mil.

“Este trabalho reduzirá em mais de 60% a conta de energia dos comerciantes que trabalham no dia-a-dia da feira”, exultou Marquinhos Trad. O diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes, destacou a parceria e providências como a troca de equipamentos de ar condicionado de baixo rendimento por similares mais eficientes e a instalação do sistema fotovoltaico. A presidente da Afecetur, Alvira Appel, agradeceu o apoio de todos e considerou de valor incalculável a economia com a diminuição no consumo de eletricidade e a sobrecarga no sistema da Feira Central. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370