Caldeirão Político

Quinta-feira, 07 de Março de 2019, 17h:24

Fernanda D'Ávila diz que fio-dental leva a olhar torto no exterior

A influenciadora digital e musa Fernanda D’avila comenta sobre o preconceito no exterior com o biquíni das brasileiras e com as modelos ao redor do mundo

Marie Claire

Fernanda D’avila, é uma das principais influenciadoras digitais do Brasil quando o assunto é boa forma, beleza e destinos turísticos. A apresentadora, modelo e ex-bailarina do Faustão agracia seus seguidores nas redes com dicas de fitness e de roteiros mas também compartilha situações inusitadas que vive.

Aos 32 anos, a musa fez recentemente um ensaio fotográfico de lingerie e defendeu que "sensualidade não significa vulgaridade". Ela ainda disparou: "Mulher tem que usar lingerie ousada sim! Por que não? Gosto de usar lingerie bonita, confortável e ousada quando necessário. Nada melhor do que ter uma peça bonita por baixo da calça jeans, do vestido... Às vezes nos preocupamos com o look completo e esquecemos de comprar uma lingerie compatível com a roupa. Um vestido lindo com uma calcinha marcando na roupa não é nada fino", brincou Fernanda.

Fernanda D'avila (Foto: Divulgação)

Recentemente nas Bahamas, Fernanda revelou que passou por uma situação inusitada por causa do biquíni que usava: “Fui a uma piscina em Nassau, nas Bahamas, e me senti um ET! Só tinha eu de fio dental, e percebi que recebi muitos olhares. Senti que fui julgada por causa do meu fio dental”.

Fernanda D'avila (Foto: Arquivo pessoal)

Sobre o preconceito com o biquini usado pelas brasileiras no exterior, e com as modelos de biquíni, Fernanda revela: “Sim, ainda existe preconceito com o tipo de biquíni usado por nós brasileiras pelo mundo e com as modelos de biquíni. Sinto que algumas gringas olham com certa 'reserva' quanto ao modelo 'fio dental' e não sei se é um olhar de admiração ou de reprovação".

Fernanda D'avila (Foto: Divulgação)

Apesar da experiência nas Bahamas, em Miami Beach, nos Estados Unidos, Fernanda D’avila relata que a reação foi bem diferente, mas igualmente inusitada: "recebi elogios de um grupo de americanas que queriam brincar fingindo que iriam apertar meu bumbum. Foi super legal! Mulheres que elogiam outras mulheres são ainda mais poderosas. São confiantes e não se grilam por qualquer coisa”.

Fernanda D’avila (Foto: Arquivo pessoal)

Fonte: Jornal do Ônibus

Visite o website: jornaldoonibusms.com.br