Caldeirão Político

Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019, 09h:44

Governador se reúne com juíza e pede rapidez em decisão sobre rodovia 163

“O que não dá é o cidadão ficar pagando pedágio sem benefícios e melhorias que foram prometidos”

Campo Grande News

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) pediu à Justiça Federal rapidez no julgamento sobre o impasse da BR-163. A reunião entre Azambuja e a juíza Iolete Maria Fialho de Oliveira, da Justiça Federal do Distrito Federal, foi na última terça-feira (dia 17).

 

“Ela é responsável pela ação que envolve a CCR MS Via [que administra a rodovia] e a ANTT [Agência Nacional de Transportes Terrestres], a questão da duplicação, pedágios e contrato de concessão. Foi tudo judicializado. Pedi rapidez no julgamento, não cabe a nós dizer quem está com a razão”, afirma o governador.

Conforme Azambuja, ele falou em nome da população de Mato Grosso do Sul, que espera uma resposta. “O que não dá é o cidadão ficar pagando pedágio sem benefícios e melhorias que foram prometidos. Nesta decisão, pode até ter redução do valor de pedágio”, afirma.

A BR-163, que vai de Mundo Novo a Sonora, contabiliza cinco anos de concessão e menos de 18% de seus 845 km duplicados. Do total, mais da metade foi realizada como condição para o início da cobrança de pedágios.

Presente - Nesta quinta-feira (dia 19), Azambuja participa do Governo Presente. Foi montado um gabinete no Sindicato Rural do Rio Verde de Mato Grosso, a 207 km de Campo Grande.

Em dois dias, serão atendidos 13 prefeitos da região Norte: Alcinópolis, Bandeirantes, Camapuã, Corguinho, Costa Rica, Coxim, Jaraguari, Pedro Gomes, Rio Negro, Rio Verde, Rochedo, São Gabriel do Oeste e Sonora.


Fonte: Jornal do Ônibus

Visite o website: jornaldoonibusms.com.br