Segunda-feira, 24 de Junho de 2019

POLÍCIA
Quarta-feira, 12 de Junho de 2019, 09h:45

Feminicídio

Ex que matou mulher em condomínio nega estupro e promete se entregar

Estava em liberdade condicional

Midiamax

O suspeito de matar uma mulher de 39 anos, durante a madrugada desta terça-feira (11), em um condomínio, na região do Jardim Nobre, em Campo Grande deve se entregar à polícia após o advogado Amilton Ferreira de Almeida negociar a sua apresentação as autoridades.

Jornal Midiamax conversou com o advogado do suspeito, Amilton Ferreira de Almeida, que disse que seu cliente entrou em contato e decidiu se entregar. “Antes vou negociar com a delegada uma forma segura para ele se entregar”, comentou. Ainda não há data para a apresentação.

Amilton contou que o suspeito afirmou não ter estuprado a vítima, que estava menstruada, e que o crime aconteceu após uma briga de casal, e que ele havia perdido o controle. A família do suspeito não sabia dessa relação extraconjugal, segundo o advogado.

O suspeito estava em condicional depois de cumprir 8 anos de pena, dos 25 anos a que foi condenado pelos crimes de furto, homicídio e roubo. Sobre o possível estupro que seu cliente cometeu antes de matar a vítima, Amilton fala que é necessário esperar pelos laudos da perícia.

Sobre uma passagem por estupro que o suspeito teria anterior, Amilton contou que ele nega o crime, já que a relação sexual com sua esposa foi consentida, segundo o que disse seu cliente. O advogado ainda falou que há 8 meses seu cliente acabou preso injustamente, sendo liberado menos de 1 hora de sua entrada no presídio de Campo Grande.

“Havia um mandado de prisão para ele, mas estava em liberdade condicional, trabalhando, e só depois a Justiça considerou que houve erro o libertando”, comentou.

O crime
Uma mulher de 39 anos foi assassinada e também terá sido estuprada, na madrugada de terça-feira (11), em um residencial no Jardim Nobre. A filha da vítima teria presenciado o crime. O homem ainda teria tentado estrangular a menina antes de fugir.

A mulher teria sido assassinada por estrangulamento. Equipes do 10º Batalhão da Polícia Militar, equipe do Jóquei Clube, foram acionadas para ir até o local, onde encontraram a mulher já sem vida.

O autor do crime ainda teria tentado estrangular a filha da vítima, que conseguiu fugir.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370