Domingo, 26 de Janeiro de 2020

POLÍCIA
Quinta-feira, 16 de Janeiro de 2020, 07h:37

Polícia

Marceneiro procura a polícia após ser acusado de abusar da filha de 3 anos

Vizinhas fizeram ameaças ao padrasto da criança

Midiamax

No início da noite de quarta-feira (15), homem de 46 anos procurou a Polícia Civil para denunciar ter sido vítima de ameaças e calúnia. Segundo o morador na Vila Manoel Taveira, as vizinhas o acusaram de espancar e abusar da filha de 3 anos, mas o fato não seria verdade.

Conforme relato do marceneiro, ele trabalhava em casa e também estavam a enteada de 17 anos e a filha de 3 anos. A criança costuma fazer birra segundo ele e começou a chorar nos fundos da residência, mas ele não foi ver do que se tratava e continuou trabalhando. Pouco tempo depois, os vizinhos foram até a casa do marceneiro.

De acordo com ele, três homens e duas mulheres começaram a gritar dizendo que ele não podia espancar a filha. Eles também disseram que já viram ele abusar da criança e que se fosse em São Paulo ele já estaria morto. Os vizinhos ainda ameaçaram atear fogo na marcenaria.

O homem procurou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, onde o caso foi registrado como calúnia e ameaça.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370