Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020

POLÍCIA
Sexta-feira, 03 de Julho de 2020, 07h:45

Crime bárbaro

Sequestrada na terça-feira, Carla é deixada morta na esquina de casa

Corpo foi encontrado em frente a uma conveniência

Midiamax

(Henrique Arakaki, Midiamax)

O corpo de Carla Santana Guimarães, de 25 anos, que foi sequestrada na noite de terça-feira (30), quando voltava do mercado foi encontrado em frente de uma conveniência, na esquina de sua casa de onde foi levada, nesta sexta-feira (3), no bairro Tiradentes.

No corpo havia sinais de violência. Os policiais chegaram até o corpo depois de uma denúncia anônima. A jovem foi reconhecida por um familiar. Carla estava desaparecida desde o dia 30 de junho, quando tinha saído para ir a um mercado na companhia de uma amiga. No dia do sequestro ela teria gritado por socorro.

Para trás ficaram a máscara que Carla usava, o celular e os chinelos da jovem. Ela teria gritado que estava sendo sequestrada antes de ser levada. A mãe da jovem estava assistindo televisão quando ouviu os gritos e ao sair, Carla já tinha sido levada. “Peço para quem pegou a minha filha devolver”, disse a mãe da jovem ao Jornal Midiamax, na última segunda-feira (29).

 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370