Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020

POLÍTICA
Terça-feira, 07 de Julho de 2020, 15h:11

Deputado estadual Barbosinha

Lei de Barbosinha quer dar nome de ex-funcionário da Sanesul a viveiro da empresa em Dourados

Luciana Bomfim

O viveiro da Empresa de Saneamento Básico de Mato Grosso do Sul – Sanesul pode receber o nome de Leonel Gomes Ferreira. Isso porque o deputado Barbosinha apresentou um Projeto de Lei, na sessão desta terça-feira (7), propondo o nome do ex-funcionário da empresa para batizar o local, que será construído na cidade.  

Com a lei, o parlamentar quer homenagear Leonel que faleceu aos 51 anos devido a problemas de saúde. Professor, como era conhecido pelos amigos e colegas de trabalho teve uma vida inteira de dedicação ao saneamento da cidade de Dourados.

Ao se mudar para o município em 1988, Leonel logo ingressou na Sanesul. Exercendo diversos cargos na empresa como: operador de produção, operador de Estação de Tratamento de Água, auxiliar técnico de laboratório, operador de processos e técnico em manutenção de hidrômetros.

Sua liderança e conhecimento na área do saneamento ficaram como legado, para empresa e para quem conviveu com Leonel, na avaliação do deputado douradense. “O Leonel foi um grande colaborador, sempre dedicado, procurava ajudar os colegas em todas as áreas. Um homem muito responsável e trabalhador. A Sanesul era sua segunda família. Lá nos criamos com o Leonel laços de amizade e ele cresceu profissionalmente”, disse o deputado ao apresentar o Projeto de Lei.

Barbosinha acredita que nos 31 anos como funcionário assíduo da Sanesul, Leonel deixou um legado de profissionalismo, responsabilidade e proatividade. “Sempre muito comunicativo e confiável, procurava de todas as formas ajudar seus amigos e fazer seu trabalho com excelência”, defende.

Leonel também foi um desportista muito conhecido em Dourados, que lhe rendeu o apelido de ‘professor Leo’.  Ele jogou vários campeonatos na lendária L.E.D.A (Liga Esportiva Douradense de Amadores), Inter Vilas, Inter Flórida, de competições na Picadinha e representou empresas como a Camapi Motores, Corte Aço e a própria Sanesul, destacando-se na posição de goleiro. O ‘professor Leo’ chegou ganhar mais de 30 troféus e foi considerado um dos melhores goleiros de Dourados.

“Aos amigos de futebol, ficou a saudade dos campeonatos jogados e das intermináveis conversas e brincadeiras pós-jogos. E à sua família, deixou o exemplo de caráter, bondade e alegria, sempre foi um pai, marido, irmão e filho muito presente, sua família sempre esteve em primeiro lugar. Por onde passou, Leonel levou alegria, e hoje deixa saudade nos corações daqueles que o conheceram”, finaliza o deputado Barbosinha no texto que propõe a legislação para homenagear Leonel Gomes Ferreira, o ‘professor Leo’.

Histórico

Leonel Gomes Ferreira nasceu no dia 17 de abril de 1968, na cidade de Rio Verde de Mato Grosso - MS, filho de Benvinda Gomes Dias e Aldair Ferreira Dias. Passou toda sua infância na pequena Rio Verde.

Começou a trabalhar aos 12 anos como engraxate. Trabalhou como atendente de lanchonete e auxiliar em oficina mecânica. Estudou apenas até o ensino médio. No ano de 1987 mudou-se para Ponta Porã para servir ao exército, onde ficou por 1 ano.

Em Outubro de 1989, Leonel conheceu Evacir Morais de Souza, que veio a se tornar sua esposa no dia 26 de março de 1994, união que resultou em 2 filhos, Cauê de Souza Gomes (25) e Matheus de Souza Ferreira (21) anos.

 
VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370