Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

POLÍTICA
Terça-feira, 05 de Fevereiro de 2019, 10h:07

Comissão Parlamentar de Inquérito

Rose Modesto assina pedido de CPI sobre tragédia em Brumadinho

Djan Moreno

A deputada Rose Modesto (MS) assinou o pedido de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as circunstâncias do rompimento da barragem Mina do Córrego Feijão, em Brumadinho (MG), região metropolitana de Belo Horizonte. Essa foi uma das primeiras ações da parlamentar após tomar posse no dia 1º.

É algo que tem que ser investigado a fundo. É inadmissível algo assim, em que tantas pessoas perderam a vida e famílias estão sofrendo. Essa CPI vem para contribuir nessa investigação”, afirmou.

A tucana afirma que o Parlamento precisa participar dessa apuração, no sentido de contribuir para fiscalizações efetivas em todos os estados. De acordo com ela, apenas em Mato Grosso do Sul são 15 barragens.

“Já existe um trabalho de fiscalização. Mas queremos entender melhor como as empresas responsáveis por essas barragens têm cuidado disso tudo para evitar novas tragédias como essa”, reforçou.

APOIO DA BANCADA

O líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP) foi convidado pela deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) para ser coautor da CPI de Brumadinho,  que irá apurar os responsáveis pela tragédia que abalou o país.  Integrantes da bancada estão entre os que já assinaram o pedido de criação do colegiado, que precisa de pelo menos 171 assinaturas. A expectativa é que os trabalhos investigativos comecem ainda nesta primeira quinzena de fevereiro. Para o tucano, o “desastre humanitário, financeiro e ambiental não pode passar impune!”

De acordo com as informações mais recentes,  já foram confirmados 134 mortos. Outras 199 pessoas permanecem desaparecidas.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370