Domingo, 13 de Junho de 2021

BRASIL
Sábado, 08 de Maio de 2021, 16h:23

Brasil

São Paulo chega à marca de 100 mil óbitos causados pela Covid-19

IG - Nacional

source
Covas abertas no cemitério Vila Nova Cachoeirinha, na Zona Norte da capital paulista
José Cícero da Silva/Agência Pública

Covas abertas no cemitério Vila Nova Cachoeirinha, na Zona Norte da capital paulista

Com 1.243 mortes causadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, o Estado de São Paulo alcançou a marca de 100.649 óbitos. O número alarmante supera países como Alemanha (onde 85 mil pessoas morreram), Espanha (78 mil) e Argentina (66 mil).

O Estado também registra 27 mil novos casos. Ao todo, 2,9 milhões de moradores de São Paulo contraíram o novo coronavírus desde o primeiro caso registrado no dia 25 de fevereiro de 2020.

Apesar da flexibilização, apenas três entre as 17 regiões do Estado não possuem ocupação de UTI compatíveis com a fase vermelha. São elas: Baixada Santista (62,5% de ocupação), Campinas (73.4%) e Piracicaba (70,4%).

Segundo o boletim epidemiológico publicado hoje (8) pelo Governo do Estado de São Paulo, a maioria esmagadora das mortes por Covid-19 do Estado de São Paulo aconteceu na capital , onde 735 mil pessoas perderam a vida. Campinas é a segunda cidade com maior número de óbitos, com 79 mil registros. Em seguida, surgem as cidades de São José do Rio Preto (67 mil), São José dos Campos (64 mil) e São Bernardo do Campo (58 mil).

As cidades menos afetadas pela pandemia são Glicério , na região de Araçatuba , e Jambeiro , na região de São José dos Campos . Cerca de 200 pessoas contraíram o novo coronavírus nestas cidades, 14 e 8 óbitos registrados pela doença, respectivamente.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370