Quarta-feira, 26 de Janeiro de 2022

BRASIL
Domingo, 05 de Dezembro de 2021, 20h:28

Brasil

SDHU promove 1° Encontro Socioesportivo do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Prefeitura de Campo Grande - MS

A Subsecretaria de Defesa dos Direitos de Humanos de Campo Grande (SDHU), por meio da Coordenadoria de Apoio à Pessoa com Deficiência (CAPED), promoveu neste fim de semana, o 1° Encontro Socioesportivo do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. O torneio reuniu quatro times de amputados, quatro eqipes  de surdos mudos e um de basquete de cadeirantes que fizeram uma apresentação especial da modalidade. Os jogos aconteceram nesse sábado (4), na Praça Esportiva Belmar Fidalgo.

“É uma ação muito importante, principalmente para essas pessoas que muitas vezes são invisíveis aos olhos da sociedade. Resolvemos fazer esse evento em homenagem ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência que foi no dia 3 de dezembro, de uma forma diferente, trazendo alegria, felicidade, união e confraternização para essas pessoas. E nada mais interativo que o esporte, que atrai uma sociedade que tanto julga e exclui. Queremos mudar isso. Esse é um compromisso da gestão Marquinhos Trad, fazer diferença em uma gestão cada vez mais humanizada”, apontou Amadeu Borges, subsecretário da SDHU.

Todas as equipes são de Campo Grande e formaram rodadas de jogos por meio de sorteio. Logo foram feitas as classificações até montar o pódio. Antônio José, mais conhecido como Baiano, paratleta do time Pantanal Esporte Clube, já participou de vários torneios e aponta que o apoio do poder público é essencial para incentivar pessoas com deficiência a pratica de modalidades esportivas.

“No meu caso que sou amputado, o incentivo ao esporte é muito importante. Quando perdemos um membro, pensamos que nos tornamos incapazes de muitas atividades. Muitos entram em depressão. Mas dar exemplo, mostrar que sempre é possível recomeçar, também é um grande caminho de superação. Além de tudo é muito bom estar com pessoas com o mesmo objetivo do nosso. Ainda passamos por muitas dificuldades, faltam incentivos.  Mas hoje com certeza já é um grande passo para todos nós”, diz Baiano que é oito anos amputado e treina duas vezes por semana.

Joel Faustino, coordenador da CAPED e idealizador do evento, foi  motorista de ônibus por nove anos. Em 2010, sofreu um acidente de moto e perdeu a perna esquerda. Entrou para o Pantanal Esporte Clube e viu no futebol um apoio para não desistir. Há muitos anos envolvidos em questões políticas, mesmo antes de ser amputado, em 2021 foi designado para coordenar a CAPED.

“Estamos desde agosto produzindo esse evento e hoje realizando essa conquista em Campo Grande. Quero agradecer a Prefeitura Municipal por nos dar esse apoio e pedir cada vez mais o incentivo da classe política. Esse evento é importante para mostrar para nós mesmos, pessoas com deficiência, a superação de cada um que chegou até aqui, pois enfrentamos diariamente várias barreiras. E também mostrar para as pessoas sem deficiência que nós podemos praticar esportes e muitas outras atividades. Mostrar a todos que sempre é possível realizar algo quando se tem objetivo e esforço. Estou muito feliz. Me vejo num papel de inspiração. Ainda mais encontro todos esses atletas. Ajudamos pessoas que muitas vezes estão com depressão, achando que já perdeu tudo. E não é bem assim”, finaliza Joel.

No final, todos os atletas ganharam medalhas de participação.

O ranking final ficou:

Times de Futebol dos Amputados.

1° lugar – Pantanal Esporte Clube

2° lugar – Resenha Esporte Clube

3° lugar – Alfa Esporte Clube

4º lugar – Inamati Kuxonéti Esporte Clube

Times de Futsal dos Surdos.

1° lugar – CGSFC

2° lugar – AFAPS

3° lugar – ATFS

4° lugar – APSCG

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370