Campo Grande é destaque nacional com 4 novos projetos habitacionais aprovados pelo governo federal

publicidade

Das 2.993 unidades que serão disponibilizadas no país via Programa Casa Verde e Amarela, quase 20% serão destinadas à Capital Sul-Mato-Grossense

Celeiro de oportunidades e de novos projetos que assegurem o desenvolvimento da região. Dessa maneira, a Prefeitura de Campo Grande, por intermédio da Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Amhasf) obteve, nesta semana, a aprovação de quatro novos projetos habitacionais de interesse social junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

A publicação da Portaria nº 1.954 apontou a seleção de quatro novos residenciais para Campo Grande, única entre as demais capitais do país a receber a aprovação simultânea de quatro residenciais diferentes. No total, são 504 novas moradias previstas, em um universo de 2.993 unidades a serem disponibilizadas no Brasil mediante o Programa Casa Verde e Amarela, com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), do governo federal.

O resultado aponta que quase 20% de todas as unidades habitacionais aprovadas no país serão destinadas exclusivamente para Campo Grande. Os projetos selecionados pelo MDR foram o Nova Bahia, com 150 moradias, Jardim Antártica, com 70 moradias, Loteamento Costa Verde, com mais 120 unidades habitacionais e o projeto pioneiro em habitação de interesse sustentável (HIS) que será construído no Bairro Paulo Coelho Machado e comportará mais 164 novas moradias sustentáveis.

Leia Também:  Com R$ 65 milhões de investimento, obra de acesso a Ponte do Grego segue em duas frentes de trabalho

Compromisso com a redução do déficit habitacional

Para a diretora da Amhasf Maria Helena Bughi, o resultado da última Portaria Nacional do MDR aponta uma vitória que beneficiará mais de 2 mil cidadãos com novas moradias na Capital.

“Nós ficamos felizes quando temos um projeto importante aprovado junto ao governo federal. Agora, quatro projetos importantes, aprovados de uma só vez, são motivo de comemoração para o município. Vamos atuar ostensivamente na preparação dos documentos e das áreas destinadas às construções, para que essas contratações, junto à Caixa Econômica Federal, aconteçam no menor tempo possível”, concluiu Maria Helena.

COMENTE ABAIXO:

Compartilhe essa Notícia

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade