“Não fui escolhido para vice, mas vou continuar apoiando o André”, diz Papy

publicidade

O presidente estadual do Solidariedade e vereador de Campo Grande, Papy, não foi escolhido para ser o vice na chapa do candidato a governador pelo MDB, André Puccinelli. Mas declarou continuar apoiando o emedebista na convenção do partido, realizada nesta sexta-feira (5), em Campo Grande.
“Não fui escolhido para ser vice do André, mas eu e minha equipe fizemos uma jornada maravilhosa na pré-campanha e crescemos muito politicamente. Tenho dois mandatos vitoriosos. Vou continuar construindo uma história e aprendendo. Vou continuar apoiando o André, pois acredito que seja a melhor opção para o estado. Vamos estar junto com ele no governo. 2024 tá aí… vou reunir energia para ser o vereador mais votado!”, afirmou Papy.
André escolheu para compor a chapa majoritária com ele a ex-secretária Estadual de Assistência Social, do seu governo, Tânia Garib. Mas durante a convenção do MDB fez questão de agradecer o apoio de Papy e do Solidariedade durante a pré-campanha.
“Quero voltar agradecer o Papy. Não sabia tão organizado como é, que sabe planejar e tem pé no chão e tem o povo no seu coração. Nas andanças que fizemos em muitos municípios e, principalmente, nos bairros de Campo Grande. O Papy é nosso!”, aclamou André.
Papy e André caminharam juntos por Mato Grosso do Sul e pela capital por quase 80 dias durante a pré-campanha. O nome do presidente do Solidariedade era uma das opções para compor a chapa majoritária ao lado do emedebista.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Barbosinha continua pedindo mais investimentos para região da Ponte do Grego

Compartilhe essa Notícia

publicidade