Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021

VARIEDADES
Sexta-feira, 22 de Outubro de 2021, 10h:52

Variedades

Como funcionam armas cenográficas como a que Alec Baldwin disparou

IG - Entretenimento

source
Haylna nasceu na antiga União Soviética
Reprodução

Haylna nasceu na antiga União Soviética

O disparo que tirou a vida da diretora de fotografia Halyna Hutchins , nesta quinta-feira (21), saiu de uma arma cenográfica. Para a Fox News, o porta-voz do ator Alec Baldwin, que manuseava a arma na hora do ocorrido disse que foi "um acidente envolvendo uma falha de ignição da arma 'de mentira'”.

O acidente matou Halyna e feriu o diretor Joel Souza no ombro. O acidente traz de volta a polêmica sobre o uso de armas reais em gravações de cinema. As armas cenográficas, conhecidas como 'prop guns', são populares em Hollywood. 

Reais, elas contam com um certificado para serem utilizadas pelos estúdios. A diferença é a munição: ao invés de carregada com um cartucho de pólvora, são utilizadas balas de festim, que reproduz o barulho do tiro, mas não ferem ou matam. Apesar da aparente segurança, armas cenográficas são evitadas no teatro, onde se usam réplicas, para evitar acidentes. 

Além de Halyna, o ator Brandon Lee e outros artistas morreram em acidentes semelhantes . No caso do filho de Brunce Lee, a arma que o matou tinha parte de um projétil preso no cano do revólver. Este detalhe passou despercebido na limpeza e inspeção da arma. Brandon foi atingido na barriga durante uma cena e morreu 12 horas depois. 

Leia Também

No caso da diretora, não se sabe o que pode ter causado o disparo fatal. O caso está sendo investigado pela polícia. 

Quem era Halyna Hutchins

Nascida na Ucrânia, na antiga União Soviética, a diretora morava em Los Angeles e trabalhava em filmes desde 2015. De acordo com o IMDB, Halyna foi creditada em 49 produções de filmes, TV e vídeo durante a carreira. A diretora trabalhou em filmes como 'Archenemy', lançado em 2020 e eleita 'estrela em ascensão' pela revista American Cinematographer em 2019. 

No site pessoal, Halyna conta que foi criada em uma base militar soviética no Círculo Polar Ártico e se formou em jornalismo internacional na Universidade de Kiev, na Ucrânia. Ela trabalhou em produções documentais na Europa antes de mudar para o cinema. 

No Instagram, ela compartilhava momentos das gravações de 'Rust' e se descrevia como uma "sonhadora inquieta, viciada em adrenalina e diretora de fotografia". O último post, na quarta-feira (20), mostrou um vídeo dela cavalgando no Novo México, em um dia de folga. 

Fonte: IG GENTE
VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

icon-onibus

Rua Dr. Napoleão Laureano,13 - Bairro Santo Antonio - Campo Grande/MS

fn.jornaldoonibus@hotmail.com - CEP: 79100-370